Na última semana Paula Lavigne, atual esposa de Caetano depois de idas e vindas, postou em seu Instagram um vídeo fumando um baseado em Montevidéu no Uruguai com um amigo. O assunto polemizou a ponto de gerar uma discussão sobre ela ter ou não cometido um crime.

O portal de notícias UOL entrevistou um especialista em direito digital, Leandro Bossoli, ele afirmou que incitar uso da droga em rede social pode trazer problemas judiciais a produtora e cineasta. Isto porque a rede social não tem fronteiras e um vídeo orientado a brasileiros, mesmo que feito em um país que permite o uso da droga, pode caracterizar incitação ao uso de entorpecente, vale lembrar que fazer apologia ao uso de #drogas é crime no Brasil.

Logo depois da postagem, Paula Lavigne, fez uma outra onde dizia que não está pedindo para ninguém fumar maconha e muito menos fazendo apologia ao uso de drogas, ela se posicionou, dizendo que apenas está defendendo a #Descriminalização da droga em seu país.

E parece que a atual de Caetano não vai desistir do engajamento a essa causa. Na noite desta quarta-feira, 8, ela postou novamente em sua rede social um vídeo em que #Caetano Veloso alega ser a favor da liberação da maconha. Aliás, ele vai bem mais fundo e diz ser a favor de liberar todas as drogas. Será que ele pensou no "crack" também?

O cantor, entretanto, ressalta que não fuma maconha. Até chegou a experimentar nos anos 60, mas detestou a reação da droga em seu organismo e nunca mais quis saber de usar. Já sobre a legalização ele faz uma declaração polêmica, talvez até sem pensar na gama de drogas naturais e sintéticas existentes no mercado negro.

Ele afirma ser favorável a liberação da maconha, e reforça também que é favorável a liberação de outras drogas e ao final da frase se corrige e afirma "aliás, de todas as drogras". Ele ressalta que para que isso aconteça é necessário que a sociedade toda passe por um amadurecimento sobre o assunto, mas que ele de fato acredita que a descriminilização da maconha seja o melhor caminho.

Ele compara a maconha ao álcool e diz que o último é uma droga pesada e é legal. Sugere que começar com a liberação da maconha pode ser o primeiro passo para que se atinja outras drogas.

Na legenda do vídeo publicado ela diz que Caetano nem mesmo bebe, não usa nenhum tipo de droga e é mais radical que ela quando o assunto é a licitude das drogas. Ainda pede que os internautas elevem o nível da discussão, pois esse é o objetivo das postagens.

Qual a sua opinião?

Assista a declaração do cantor e logo abaixo o vídeo original de Paula Lavigne levantando a discussão.