Os telespectadores que têm assinaturas de TV fechada estão passíveis de ficarem sem alguns dos canais televisivos mais populares do Brasil, como a Record, SBT e Rede TV, começando no dia 29 de março. Já que as transmissões do sinal analógico serão encerradas de uma vez por todas, essas televisoras esperam receber royalties pela transmissão de seus conteúdos no sistema fechado, mas por incrível que parece, um acordo não foi estabelecido ainda.

Na última sexta feira, as emissoras deram início a veiculações anunciando que houve acordo com as empresas Sky, Vivo, Oi, Embratel, Claro e Net, afirmando que as mesmas simplesmente não querem barganhar os direitos por transmitir seus conteúdo no sistema pago deles, o que chega ser um paradoxo na verdade porque muitas empresas de TV do exterior e até mesmo do Brasil, ganham por exibir seu conteúdo da TV aberta no cabal fechado, citando como exemplo a Rede Globo, que é remunerada pela transmissão de seu canal digital.

Publicidade
Publicidade

Na transmissão que acabou de passar nas emissoras de modo sincronizado, as operadores de TV que buscam o acordo estão lamentando porque na verdade o maior lesado será o telespectador nacional. No ano passado, a Record, SBT e Rede TV fundaram a companhia Simba, que têm a responsabilidade de tratar as questões de direitos de transmissão de seus canais.

Nos cálculos destas emissoras, a valor estipulado das três juntas seria de R$ 15,00 a cada assinatura, cerca de R$ 3,5 bilhões anualmente. Em resposta, a NET soltou um comunicado a seus assinantes dizendo que está em busca de soluções para que essas operadoras de TV permaneçam e que não haja qualquer tipo de prejuízo para o cliente. Lembrando que a Globo têm um pequena fatia da NET, que naturalmente influência na decisão.

Reforçando que apesar desse impasse entre as operadores de TV fechada, a SBT, Record e Rede TV são canais abertos e ainda podem ser sintonizados pela antena.

Publicidade

Apenas na cidade de São Paulo e as cidades das adjacências, os telespectadores devem ter receptor digital ou uma TV já integrada com esse sistema. #Televisão