Rick Martin se declarou gay hà muito tempo, mais precisamente em 2010. Ele integrava a turma dos Menudos quando o hit "Não se reprima" estourou nas paradas de sucesso. Ela chegou a ficar no topo das paradas de sucesso no Brasil por quase um ano consecutivo, barrando cantores famosos na época, como Caetano Veloso e Roberto Carlos.

Assim que ele se declarou homossexual, adquiriu o visto de cidadão espanhol (pouca gente sabe que ele é Porto-riquenho) e se mudou de Miami para a Espanha.

Com uma vida pessoal relativamente reservada, o cantor chamou atenção dos fãs quando revelou em uma entrevista, no programa de Andy Cohen, quem foi seu primeiro "crush" famoso.

Publicidade
Publicidade

Num clima de muita descontração, ele revelou durante o programa televisivo que o famoso que ele admirava e teve uma paixão platônica foi #John Travolta, mas não pensem que foi simplesmente uma afirmação qualquer.

Em sua participação no programa de TV americano "Watch What Happens Live With Andy Cohen", um fã fez uma pergunta indiscreta. O fã perguntou ao ídolo quem foi o primeiro famoso pelo qual #Rick Martin se sentiu atraído. Ainda completou a pergunta: "Aquele famoso que fez você pensar que poderia ser gay?", pergunta o fã.

O cantor, num clima ameno, não respondeu diretamente, mas "desenhou" a cena. Ele afirmou que o fã estaria o levando de volta para o filme "Os Embalos de Sábado à Noite", cujo o protagonista foi o seu primeiro "crush", John Travolta. E não para por aí. Ele ainda lembrou da cena que Travolta acorda e levanta apenas de cueca.

Publicidade

Então Rick Martin dispara uma gargalhada e faz com que todos no estúdio também deem risadas.

A revista "Veja" ainda revelou que Ricky Martin assistiu ao filme ao menos oito vezes, mas a referida cena, ele "rebobinava" a fita várias vezes. E ainda brinca dizendo que não sabia o por quê de rever tantas vezes,

O cantor é muito conhecido por seu bom humor e pelo carinho com os fãs. Ele também tem uma fundação que cuida de crianças em situação de vulnerabilidade, cujo o intuito é garantir justiça, educação e saúde.

Comente!