O ator Thiago Lacerda esteve nesta sexta-feira, 24, no 'Vídeo Show' no quadro 'Meu Vídeo é um Show'. Ele relembrou grandes momentos de uma carreira de sucesso, cujo ápice foi a novela 'Terra Nostra', quando interpretou o Matteo. No entanto, mais cedo, lembrando que está fazendo aniversário de vinte anos na dramaturgia, o ator conversou com o 'Jornal Extra' do Rio de Janeiro e fez declarações polêmicas. #Thiago Lacerda disse, entre outras coisas, que seu sonho é sair do Brasil pela sensação de insegurança e que a fama não a priva de nada. Segundo ele, quando está com os filhos e a família, ele não interrompe para fazer selfies com os fãs, mesmo sabendo que eles odeiam isso.

O galã começou a entrevista lembrando do galã que fez em 'Terra Nostra' e sobre o atual vilão, o Ciro, de 'A Lei do Amor', novela das nove da Globo.

Publicidade
Publicidade

Apesar de ter um currículo e tanto na dramaturgia, ajudando a protagonizar minisséries como 'Hilda Furacão', o ator garante que não é rico. De acordo com ele, caso parasse de trabalhar agora, não teria mais nada e que é por isso que ele ainda vive no Brasil. Sobre o seu personagem mais famoso, o Matteo de 'Terra Nostra', Thiago Lacerda lembrou que naquela época a mídia dizia que ele havia conquistava o seu espaço, mas que ele se perguntava, justamente, como seria o dia seguinte.

Início da carreira e impressão de melhora

"Por que minha carreira deu certo? Não sei, aliás, era muito improvável que desse certo. Eu era muito ruim. Contei com a paciência das pessoas”, confessou o ator, que diz que desde que começou a atuar melhorou muito. Ele ainda diz que não tem grandes ambições na vida e que, por isso, nunca foi de economizar muito, mas que se preocupa com os filhos e o futuro deles.

Publicidade

O que você achou da opinião de Thiago Lacerda sobre o Brasil e o fato dele não gostar de parar para tirar fotos com os fãs, quando está com a família? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas importantes para a sociedade.