A polêmica gigantesca acarretada pela operação deflagrada da #Polícia Federal e denominada de "Carne Fraca", continua rendendo enorme repercussão em todo o país e também no exterior. O caso atingiu uma dimensão incalculável, já que o Brasil começa a perder "terreno" no comércio mundial de carnes, ocasionando que diversos governos de países como China, Coréia do Sul e da Europa já resolveram suspender a compra de carnes brasileiras destinadas a seus respectivos países.

O governo do presidente Michel Temer, já receia que o Brasil tenha que atravessar momentos muito conturbados, justamente numa epóca em que se tenta a recuperação econômica do país, em se tratando da perspectiva de que caiam as exportações brasileira de carnes, de forma drástica, a partir do cancelamento de contratos com o resto do mundo.

Publicidade
Publicidade

O ator Tony Ramos, que é garoto-propaganda da marca Friboi, pertencente ao grupo JBS, decidiu falar a respeito de seu contrato com a empresa frigorífica.

Ação da PF e elogio a Moro

Durante o programa Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan, o ator Tony Ramos ligou para a rádio nesta segunda-feira (20) para falar sobre a situação do caso das carnes podres e também, em relação às investigações da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Há cerca de três anos o artista global faz a publicidade na TV da empresa frigorífica de marca Friboi. Durante a entrevista, Tony Ramos foi contundente: "Não quero fazer uma explicação sobre o caso, mas dizer sobre o que penso a respeito do que isso significa", ressaltou. Ele se referiu a respeito das investigações da Polícia Federal, afirmando que apoia totalmente o trabalho da força-tarefa.

Publicidade

Tony Ramos foi enfático ao dizer que o Brasil atravessa um novo caminho e que torce muito pelo país. Ele foi ainda mais contundente ao revelar: "Torço muito por um homem chamado Sérgio Moro e torço muito pela nova Polícia Federal, dos jovens valores que estão dispostos a curar tudo isso", declarou.

Já em relação a sua participação nos trabalhos publicitários da empresa frigorífica a qual trabalha, o ator revelou que "não tem nenhuma vergonha em relação a isso". Ele disse ainda, que até realizou um trabalho de pesquisa, de modo pessoal, para saber sobre a idoneidade da empresa. Tony Ramos deixou claro que aguarda a manifestação do Ministério Público sobre o caso das "carnes podres" e se tudo for comprovado, poderá até vir a público e fazer um esclarecimento. Segundo Ramos, "se algo vier a desabonar a relação que ele tem junto à marca Friboi, ele terá o direito de interromper o contrato com a empresa", desabafou o artista. #Michel Temer #Celebridades