No capítulo de "#A Lei do Amor" desta quarta-feira (15) aconteceu muita crueldade na trama.

A morte trágica

Magnólia foi até a casa de Élio e levou a arma que pegou de Tião. A intenção da megera era pegar o celular que estava com o jornalista e que ele havia roubado do banqueiro. No aparelho estava o vídeo em que a vilã confessa que matou Beth a ex-amante de Ciro.

A megera entrou no apartamento do repórter disfarçada com uma roupa preta. Ele chegou em sua residência e a viu e quis saber, o que ela estava fazendo naquele local. Eles travaram uma discussão e a vilã relembrou um fato que ocorreu há muitos anos atrás.

Mág apontou o revólver para Élio e disse que ele colocou chiclete na poltrona de Fausto, quando era pequeno e a estragou.

Publicidade
Publicidade

E o móvel era um presente que o seu pai havia dado a ela. Élio ficou perplexo com o que ouviu e perguntou para a megera, se ele iria morrer por causa de um chiclete.

#Magnólia falou que era por causa do celular e do conteúdo que estava nele e ele estava a par. Ela o xingou de várias coisas e o menosprezou. O jornalista a chamou de serial killer e falou muitas verdades para a assassina.

Sem piedade e a sangue frio a megera apontou a arma para Élio, atirou em seu peito e ele caiu de joelhos no chão. Com muita crueldade ela deu o tiro de misericórdia nele. Mág ainda recomendou, que ele desse lembranças a sua tia Suzana, quando a encontrasse no inferno.

O repórter recebeu o tiro e caiu para o lado morto. A vilã colocou o revólver próximo ao seu cadáver e logo depois saiu. Sorrateiramente ela andou pela rua e parou perto de uma lixeira.

Publicidade

Tirou o seu disfarce e o jogou fora, depois entrou em seu carro como se nada tivesse acontecido e foi embora.

A descoberta do cadáver

Ana Luíza ligou para o jornalista várias vezes e ele não atendeu as suas chamadas. Ela estranhou o seu silêncio e chamou Pedro para irem a casa dele. Ao chegarem no local, a porta do apartamento estava aberta. Eles entraram e se depararam, com o corpo inerte de Élio no chão.

Analú não se conteve e começou a chorar muito. Ela não acreditou no que viu e ficou descontrolada. Pedro tentou acalmá-la e ficou triste também com a tragédia. Ele ligou para o delegado e informou sobre o crime. Os peritos junto com Celso foram ao local e recolheram provas do homicídio.

O delegado perguntou ao tio de Ana se eles haviam mexido na cena do crime e ele disse que não. Acompanhe os próximos artigos e fique por dentro do que acontecerá na trama das nove. #Novelas