Mesmo com muita experiência na dramaturgia mexicana, a estrela Victoria Ruffo não está imune às críticas da maldosa imprensa mexicana. Recentemente, a atriz foi alvo de um jornalista que não economizou nas críticas. Os ataques já eram esperados, agora que, além de artista, Victoria Ruffo também é a primeira-dama de Hidalgo, no México, já que seu marido, Omar Fayad, é o novo governador do estado. O mesmo aconteceu com Anahi quando que se uniu em matrimônio com o político Manuel Velasco. As críticas foram inevitáveis até mesmo por parte de seus próprios fãs.

Chucho Gallegos, que já tem uma trajetória bastante conhecida cobrindo as celebridades mexicanas, usou suas redes sociais para dizer que está muito chateado com Victoria que, segundo ele, é uma mulher totalmente “soberba, descortês e tem uma memória muito fraca.” Ainda segundo o jornalista, ele apoiou a trajetória da atriz desde que ela começou nas telenovelas, há muito anos, quando ela não tinha nenhum tipo de experiência no ramo.

Publicidade
Publicidade

Mas, agora, com a fama, Victoria parece que se esqueceu de tudo isso, segundo ele.

Para quem não conhece o jornalista, Chucho Gallegos foi por muito tempo diretor da revista TVyNotas, que ainda hoje é uma grande fonte de informação para o público mexicano, principalmente cobrindo as artistas que iniciaram suas carreiras nos anos 1980.

Agora, Victoria Ruffo resolveu se manifestar a respeito do assunto e responder as acusações do jornalista. Em entrevista concedida a Telemundo, rede de televisão dos Estados Unidos, Victoria disse que nem conhece muito bem Chucho e nunca foi descortês ou soberba com ninguém, muito menos com um jornalista que a ajuda em seu trabalho.

"Eu nunca fui arrogante com ninguém. Ele sabe que eu gosto muito dele e também o respeito muito. Quando ele quiser, eu lhe dou uma entrevista sem o menor problema e esclareço tudo para ele", pontuou a artista.

Publicidade

Victoria Ruffo protagonizou diversas novelas mexicanas já exibidas no Brasil pelo #SBT, como "A Madrasta", "Abraça-me Muito Forte" e "Lágrimas de Amor". #Novela Mexicana