Os fãs do cantor e compositor de samba, #Zeca Pagodinho, estão revoltados. Após o cantor ficar bastante chocado e triste com a situação de seu amigo profissional e pessoal, Arlindo Cruz, vítima de um AVC, ele descobriu que foi roubado em R$ 180 mil por uma pessoa próxima dele. A notícia foi divulgada com exclusividade pelo jornal "Extra" em sua coluna especializada em artistas e #Famosos.

De acordo com a publicação, Zeca Pagodinho tinha uma antiga funcionária de sua confiança que trabalhava para ele em muitos momentos necessários dentro de seu escritório. O jornal não detalhou como foi aplicado o #Golpe, mas conta que a traição deixou Zeca bastante abalado, uma vez que o "ladrão" era como se fosse da própria família do artista que intepreta a música "Deixa a vida me levar", tocada em todas as rádios populares nos anos 2000.

Publicidade
Publicidade

A intimidade era tanta que o suposto "traidor" frequentava reuniões familiares, festas e até a própria casa de Zeca. A publicação carioca completou a informação, esclarecendo que Zeca Pagodinho tomará medidas drásticas contra essa situação para punir sua ex-funcionária e ex-amiga agora.

Zeca Pagodinho não deu entrevista para o "Extra" e até o momento não se pronunciou sobre a notícia publicada no site do jornal diário.

Fãs se revoltam

Por meio das redes sociais, muitas pessoas comentaram a notícia publicada pelo periódico. Fãs que se dizem apaixonados pelas músicas do sambista falaram que ele está certo em buscar punição para o crime. Alguns chegaram a prometer caçar o criminoso que aplicou um golpe em Zeca.

"Nossa... Ele é muito gente boa e não merece algo assim. Espero que seja punido o culpado", disse uma fãs pelo Facebook.

Publicidade

"Que sacanagem. É só a pessoa fazer um sucesso para levar uma facada por quem menos espera. Esse mundo tá acabando...", postou outra seguidora do sambista também na rede social.

E você? O que acha desse tipo de situação? O cantor fez certo em punir a traição que sofreu? Comente e compartilhe. Sua opinião é muito importante para nós da Blasting News Brasil.