O cantor Zeca Pagodinho se mostrou muito decepcionado e inconformado com uma funcionária que vivia dentro da casa dele. Ela trabalhava no escritório dele há mais dez anos e aproveitando dessa amizade e confiança, ela conseguiu dar um golpe no sambista. Foi roubado R$ 180 mil de #Zeca Pagodinho.

Quando ficaram sabendo do #roubo, o sambista e seus familiares ficaram de "queixo caído". A culpada do delito sempre frequentava a casa do artista, tinha ótimas relações com seus familiares e era convidada sempre para as festas e reuniões que aconteciam na residência.

O sambista agora estuda um jeito de tomar as medidas necessárias contra sua ex-amiga.

Publicidade
Publicidade

Pessoas próximas dele comentaram que ele está decepcionado com a atitude dela.

Momento delicado

Além de ser vítima desse roubo, o artista também está sofrendo com a situação deliciada de seu amigo Arlindo Cruz. Arlindo está internado desde sexta (17), vítima de um AVC hemorrágico. Mesmo em estado grave, o #Cantor já está respirando sem a ajuda de aparelhos e aos poucos vai tendo algumas melhoras.

Segundo seus familiares, Arlindo sofreu o AVC na sua casa, após ele se submeter a dois dias de intensos ensaios para os shows de final de semana. Pode ser que essa intensidade de trabalho prejudicou a saúde do sambista.

Inspiração

Uma fábrica de Santa Catarina decidiu inovar na fabricação de mesas de bar. Eles se inspiraram em Zeca Pagodinho para deixar as peças feita de madeira com decorações de azulejo.

Publicidade

Depois acrescentaram trechos de músicas do cantor, como "Deixa a Vida me Levar" e "Camarão que dorme a Onda leva".

A coleção foi lançada em novembro do ano passado, após o dono da fábrica, Fágner Adler, conseguir uma licença da marca do sambista.

Fagner comentou que um amigo de Zeca comprou as mesas e mostrou para o cantor, que segundo ele, estava procurando produtos para licenciar com seu nome. Com isso foi feito a parceria.

A empresa vende várias peças com estampas e agora também a coleção do Zeca Pagodinho. Ela já conseguiu faturar R$ 1,3 milhão, em 2016.