O cantor #Zeca Pagodinho descobriu que levou um #Golpe de R$ 180 de uma funcionária que trabalhava há mais de dez anos em seu escritório. De acordo com o músico, que está inconformado, a mulher era considerada de confiança. As informações foram divulgadas pelo jornal Extra nesta quinta-feira (23).

Chocado com o acontecimento, o músico agora estuda tomar medidas contra sua ex-funcionária. Ele ainda não contou como o golpe foi aplicado. A suspeita, diz o sambista, costumava frequentar as festas, casa do artista e as reuniões familiares.

Além do #roubo, o músico está em um momento delicado. O sambista também sofre com a internação do amigo Arlindo Cruz, que estava entubado em um hospital desde a última sexta-feira (17), quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC).

Publicidade
Publicidade

Nessa quarta-feira (22), os médicos informaram que ele já respira sem a ajuda dos equipamentos.

Anitta acusou empresária de desvio de dinheiro

Assim como Zeca Pagodinho, a cantora Anitta diz ter descoberto um suposto processo de desvio de dinheiro, em agosto de 2014, em sua banda gerida por uma empresária considerada braço direito. Uma empresa de auditoria contratada pela artista revelou que teria encontrado um rombo de R$ 2,5 milhões dos desvios da K2L empreendimentos LTDA - empresa gerida por Paula Domachowski.

Na época, os empresários foram acusados de fechar contratos irresponsáveis, descumprindo acordos pré-definidos sem que Anitta soubesse, de acordo com informações do portal EGO. A empresária, assim que o caso foi descoberto, foi demitida logo em seguida e o contrato encerrado com a produtora.

Publicidade

A cantora abriu, na ocasião, a empresa Rodamoinho Produções Artísticas, que passou a administrar oficialmente sua carreira.

Kamilla Fialho, que ganhou o processo na justiça contra Anitta, comemorou a decisão do bloqueio de R$ 3 milhões da conta da funkeira. Nesse caso, a cantora perdeu o processo e teve que depositar R$ 5,4 milhões em juízo. Segundo o advogado Marcelo Saraiva, a quantia seria referente à rescisão contratual.