A #atriz e modelo brasileira Greice Santo denunciou, na última segunda-feira (3), o bilionário canadense Daryl Katz - dono de um time de hóquei e produtor de TV - por oferecer um papel em um filme nos #Estados Unidos, em troca de sexo. Atualmente, ela interpreta a personagem Blanca, na série de TV americana 'Jane The Virgin'. As informações são do site da revista 'Variety'.

Mesmo desprezando as insistentes ofertas do canadense, ele ainda teria depositado US$ 35 milhões em sua conta, de acordo com a denúncia da modelo. A brasileira contou na entrevista que esse comportamento é típico de quem trabalha em Hollywood, nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

A atriz diz que, mesmo com medo das represálias por denunciar, a sua história servirá de inspiração para outros casos virem à tona. O caso foi apresentado por seu marido R.J. Cipriani durante uma corte, em Nova York.

Os advogados do bilionário acusaram Greice e seu marido de tentarem extorquir US$ 3 milhões. Katz contou que a atriz interpretou a história de forma equivocada, mas não negou as acusações da brasileira.

De acordo com o site, o assédio teria começado em novembro de 2015, no Havaí, durante um ensaio fotográfico da modelo para uma revista. Na ocasião, ela foi apresentada ao executivo canadense Michael Gelmon, que a apresentou a Daryl Katz.

Assim que conheceu o empresário, ela teria recebido a oferta para participar de um filme, mas depois ele mudou a proposta. Assim que mudou, o bilionário ofereceu dinheiro.

Publicidade

Logo em seguida, ela questionou o motivo de estar recebendo dinheiro e ele respondeu: "Estou procurando companheirismo e sexo".

No seguinte, ela diz ter enviado uma mensagem para o CEO da revista relatando as ofertas. "Me ofereceu dinheiro. Não me ofendi", contou ela. O bilionário, mais uma vez, voltou a entrar em contato com a atriz. Ela diz ter recusado a oferta. Michael Gelmon enviou uma mensagem para ela afirmando: "Não faltam supermodelos querendo ficar com o meu primo. Mas ele é exigente (...) prefere você".

Depois disso, ela concordou e voltou a se encontrar com Katz, exigindo que o assunto fosse apenas a carreira dela. Na conversa, ela conta que o bilionário voltou a propor sexo em troca de dinheiro e ela teria rebatido: "Eu não sou prostituta".

Campanha contra a violência doméstica

A brasileira lançou, no ano passado, uma campanha em que estimula mulheres traumatizadas com a violência sexual a denunciar os casos. A campanha 'Glam With Greice' ajudou 12 mulheres vítimas de agressões e promoveu um banho de loja, cabelo e maquiagem. A intenção, segundo ela, é melhorar a autoestima das vítimas. #Televisão