A #atriz e modelo brasileira Greice Santo denunciou, na última segunda-feira (3), o bilionário canadense Daryl Katz - dono de um time de hóquei e produtor de TV - por oferecer um papel em um filme nos #Estados Unidos, em troca de sexo. Atualmente, ela interpreta a personagem Blanca, na série de TV americana 'Jane The Virgin'. As informações são do site da revista 'Variety'.

Publicidade

Mesmo desprezando as insistentes ofertas do canadense, ele ainda teria depositado US$ 35 milhões em sua conta, de acordo com a denúncia da modelo.

Publicidade

A brasileira contou na entrevista que esse comportamento é típico de quem trabalha em Hollywood, nos Estados Unidos.

A atriz diz que, mesmo com medo das represálias por denunciar, a sua história servirá de inspiração para outros casos virem à tona. O caso foi apresentado por seu marido R.J. Cipriani durante uma corte, em Nova York.

Os advogados do bilionário acusaram Greice e seu marido de tentarem extorquir US$ 3 milhões. Katz contou que a atriz interpretou a história de forma equivocada, mas não negou as acusações da brasileira.

De acordo com o site, o assédio teria começado em novembro de 2015, no Havaí, durante um ensaio fotográfico da modelo para uma revista. Na ocasião, ela foi apresentada ao executivo canadense Michael Gelmon, que a apresentou a Daryl Katz.

Assim que conheceu o empresário, ela teria recebido a oferta para participar de um filme, mas depois ele mudou a proposta. Assim que mudou, o bilionário ofereceu dinheiro. Logo em seguida, ela questionou o motivo de estar recebendo dinheiro e ele respondeu: "Estou procurando companheirismo e sexo"..

Publicidade

No seguinte, ela diz ter enviado uma mensagem para o CEO da revista relatando as ofertas. "Me ofereceu dinheiro. Não me ofendi", contou ela. O bilionário, mais uma vez, voltou a entrar em contato com a atriz. Ela diz ter recusado a oferta. Michael Gelmon enviou uma mensagem para ela afirmando: "Não faltam supermodelos querendo ficar com o meu primo. Mas ele é exigente (...) prefere você".

Depois disso, ela concordou e voltou a se encontrar com Katz, exigindo que o assunto fosse apenas a carreira dela. Na conversa, ela conta que o bilionário voltou a propor sexo em troca de dinheiro e ela teria rebatido: "Eu não sou prostituta".

Campanha contra a violência doméstica

A brasileira lançou, no ano passado, uma campanha em que estimula mulheres traumatizadas com a violência sexual a denunciar os casos. A campanha 'Glam With Greice' ajudou 12 mulheres vítimas de agressões e promoveu um banho de loja, cabelo e maquiagem. A intenção, segundo ela, é melhorar a autoestima das vítimas. #Televisão