Na última segunda-feira (10), o cirurgião plástico Marcos foi expulso do Big Brother Brasil 17 por supostas agressões à namorada Emilly. Nesta quarta, a delegada que cuida do caso, Viviane Costa, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), no Rio de Janeiro, informou que a decisão de expulsar Marcos da casa mais vigiada do Brasil partiu exclusivamente da Rede Globo.

"Quero deixar claro que a decisão de eliminar o Marcos do 'BBB17' foi unilateral. A decisão foi exclusivamente da Globo", afirmou a delegada, após Marcos prestar depoimento nesta tarde. O médico foi à delegacia acompanhado por três seguranças da emissora carioca e não conversou com a imprensa.

Publicidade
Publicidade

O depoimento de Marcos não foi revelado, mas nas redes sociais ele comentou sobre a situação. Segundo ele, não houve intenção de agredir Emilly. “Jamais tive a intenção de machucar física ou emocionalmente uma pessoa pela qual nutri tanto carinho e afeto", afirmou o cirurgião plástico.

Marcos está sendo investigado e o inquérito deve ser finalizado em breve. Caso ele seja inocente das acusações de #agressão física e Emilly, o médico pode até mesmo processar a Rede Globo.

Afinal de contas, ao expulsar de casa, a Globo atestou que houve agressão. A fala de Tiago Leifert na edição de segunda-feira também afirmava isso. Segundo o apresentador, foram constadas agressões a Emilly.

Apoio nas redes sociais

Marcos recebeu bastante apoio nas redes sociais desde que sua eliminação do programa foi anunciada, ao vivo, na noite de segunda-feira.

Publicidade

De lá para cá, internautas já deixaram algumas hashtags favoráveis e ele no ranking de assuntos mais comentados do Twitter.

Uma das tags foi a “Nós te amamos Marcos”, em que milhares de internautas demonstraram apoio ao ex-participante do BBB 17, enquanto muitos criticavam quem apoiava o cirurgião plástico.

Marcos e Emilly formaram um casal cheio de altos e baixos dentro da casa. Enquanto recebiam o apoio de milhões de pessoas do lado de fora do BBB, lá dentro brigavam e se amavam.

Nas discussões mais pesadas, ocorridas na madrugada de sábado (8) para domingo, Marcos perdeu a cabeça. Gritou, colocou o dedo na cara da namorada e a apertou contra a parede.

As imagens geraram revolta, mas a parte do público que apoiava o casal continuou defendendo Marcos, como se as agressões ou tentativas não tivessem acontecido.

O Big Brother Brasil 17 termina nesta quinta-feira (13) e as participantes Emilly e Vivian são as favoritas para vencerem o programa e levarem para suas casas o prêmio milionário de R$ 1,5 milhão. #Emilly e Marcos #Violência