O BBB17 está dando o que falar, depois que Marcos foi expulso do Big Brother Brasil 17, após ter tido uma briga com Emilly. Ele a encurralou na parede e colocou o dedo em sua cara. Ele terá que comparecer à Delegacia no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (12) para prestar esclarecimentos.

Ele foi denunciado por agressão e após ter saído do reality show da Globo, e não poderá falar com a imprensa até o término do programa.

A delegada Márcia Noel é quem está no comando do caso e ela concedeu entrevista ao Extra. De acordo com a superior Emilly irá depor na segunda-feira (17).

O que pode acontecer

Emilly terá que comparecer na delegacia das mulheres, para contar tudo o que aconteceu entre eles no reality show.

Publicidade
Publicidade

Para a delegada Márcia é fundamental que ela deponha e aguardará também pelo exame de corpo delito. A policial solicitou os vídeos com as imagens das DRs do casal no BBB17.

A gêmea passou por procedimentos clínicos com um médico da Rede Globo e o resultado mostrou lesão corporal. Se os fatos forem comprovados o cirurgião poderá parar na cadeia e a pena de reclusão poderá chegar a três anos de detenção.

De acordo com a delegada, se condenado o médico irá para atrás das grades e não terá como recorrer da sentença, ou pagar com uma pena leve como acontecia antes. A atual Lei Maria da Penha garante acompanhamento mental para os homens, pois para Márcia eles precisam de tratamento.

Emilly chorou

A superior que está atuando no caso informou que Marcos usou de pressão com a affair. E o que ele fez foi uma forma de coagir a moça, para que ela fizesse e aceitasse tudo o ele queria.

Publicidade

De acordo com a delegada Emilly se sentiu inferiorizada pelo médico e se retraiu.

Para Márcia o que aconteceu com o casal foi uma agressão no ambiente doméstico e uma brutalidade de ordem psicológica. E tudo está incluído na Lei Maria da Penha.

De acordo com a delegada, o fato da gêmea ter passado a noite em claro e aos prantos, após saber que o cirurgião havia sido expulso da casa é característico de uma mulher abusada psicologicamente. Mas que ela ainda não se deu conta dos fatos, pois está envolvida sentimentalmente.

Para a superior a denúncia é altamente benéfica, pois quebra o elo entre os dois. E disse que Emilly não é culpada pelo que aconteceu. O mais notório para ela foi a reação do telespectador, que percebeu o que estava acontecendo com o casal. A delegada disse que a agressão contra a mulher ocorre nesse grau em família. E que pode ocorrer em qualquer lugar, mas que é preciso identificar a situação e denunciar.

A Globo expulsou o médico, para que não ocorresse algo pior entre o casal e com isso preservou a integridade física da participante do BBB17. #Prisão #expulsão #BBB Big Brother Brasil