A chef de cozinha e jurada do programa MasterChef, da Band, Paola Carosella, se envolveu em polêmica nas redes sociais, nesta sexta-feira (28), ao explicar pelo Facebook sua opinião sobre a #greve geral, que aconteceu em todo o Brasil. Um internauta afirmou que ela não poderia opinar sobre o assunto por não ser brasileira – ela nasceu na Argentina.

A confusão começou no dia anterior, quando Paola respondeu, pelo Twitter, a um internauta que dizia que quem faltasse ao trabalho na sexta-feira deveria ter o dia descontado.

A chef de cozinha pesquisou a Constituição da República Federativa do Brasil e viu que, no artigo 9º, o direito de greve é assegurado aos trabalhadores.

Publicidade
Publicidade

“Curiosa, ingênua, copiei este artigo e postei na mesma rede social, pois me surpreendeu que, se era um direito constitucional, não poderia ser considerado falta ao trabalho”, explicou-se no Facebook.

No mesmo texto, ela afirma que sua opinião sobre a greve pouco importa, mas que decidiu fechar seus restaurantes porque os funcionários teriam problemas para chegar aos locais.

Ofensas

A postagem de esclarecimento teve mais de 12 mil curtidas e quase mil compartilhamentos, até o momento. Entre os mais de mil comentários, alguns deles criticavam Paola.

“Cara Paola, acho que você devia se limitar ao seu segmento, ou seja, gourmet, pois nem brasileira você é”, comentou um internauta. A jurada do MasterChef respondeu: “Leia a constituição. Você irá se surpreender. Tem tanta coisa legal lá”.

O internauta foi bastante criticado por seguidores de #Paola Carosella.

Publicidade

“Quer dizer então que cozinheiro não pode falar de política. Então, sábio Milton, deveria falar apenas de saúde. Política e direito não são suas áreas de atuação”, postou um. “Mano, ela não é brasileira, mas é tão sabia e entende de leis melhor do que um brasileiro burro igual a você”, alfinetou outro.

Paola Carosella foi bastante elogiada por muitos seguidores. “Obrigado por ter escolhido o Brasil para morar, se as pessoas que nasceram aqui fossem mais como você, não estaríamos passando por essa crise ideológica que passamos. Por mais brasileiros como você, uma brasileira incrível”, comentou um internauta.

“Fico imensamente envergonhada como brasileira, agredir ainda que verbalmente alguém que escolheu nosso país para viver é de uma grosseria infinita. Você não merece isso, sinto muito”, desculpou-se, em nome dos brasileiros, uma seguidora da jurada do reality show culinário.

#Xenofobia