A gaúcha Emilly Araújo se tornou, nesta quinta-feira (13/04), a campeã do "#bbb17" e ganhou o prêmio de R$ 1,5 milhão. Essa é a segunda final entre mulheres do reality Show, ela disputou com Ieda e Vivian a preferência do público. Em uma final emocionante, por todos os acontecimentos polêmicos que ocorreram nesta edição, a sister foi a preferida do público com 58% dos votos. Ela deixou a segunda colocada Vivian Amorin com 41% votos, enquanto Ieda ficou com 1% na terceira posição. As finalistas ficaram confinadas durante 79 dias.

A edição desta temporada bateu o recorde de votação com mais de 138 milhões de votos.

A trajetória de Emilly Araújo

A trajetória de Emilly Araújo, de 20 anos, estudante, de Eldorado do Sul (RS) protagonizou grandes momentos no Big Brother Brasil 2017.

Publicidade
Publicidade

Nos últimos dias de confinamento, a sister declarou: "Estou acostumada a me amarem muito ou me detestarem muito". E assim a gaúcha entrou na casa mais vigiada do país com sua irmã gêmea Mayla e os gêmeos Manoel e Antônio. Sua disposição e força lhe renderam quatro paredões, um anjo e três vezes a liderança. No segundo paredão, ela superou seus limites e venceu a prova após 19 horas. Acabou se envolvendo com Marcos, fazendo do casal Mally um dos mais polêmicos do BBB de todos os tempos. O relacionamento dos dois nunca foi de muita harmonia, desde o começo o casal vivia em DR.

A protagonista da edição 2017 esteve envolvida em várias polêmicas, desde uma suposta proteção da produção do programa ao casal e agressão física com seu namorado Marcos que foi expulso do programa há quatro dias da final.

Publicidade

Sem levar desaforo para casa, a gêmea discutiu com Marinalva em diversas ocasiões. Emilly não poupou nem um dos seus melhores amigos até então dentro da casa. Ilmar também foi alvo da gaúcha e tiveram grande discussão. " Tu és verme. Verme rasteja, fica na tua", disparou o brother com dedo em riste na cara da sister.

Na última prova do líder, Emilly foi firme e aguentou mais uma prova de resistência, sendo a última grande líder do BBB17 e acabou com a intenção de coloca-lá no paredão com Marcos. E com a expulsão do brother por agressão, foi declarada uma das três finalistas ao lado de Ieda e Vivian.

Um casal fogo e paixão

A briga entre Emilly e Marcos virou caso de polícia e foi parar no Jornal Nacional. Não foram só as noites muito quentes debaixo do edredom que repercutiram fora do reality. A maior discussão ocorreu quando Marcos apontou o dedo no rosto da sister e a encurralou no canto da parede e ela o acusou de machuca-lá. Em outro momento, o brother a imobilizou no chão e a cena chocou os telespectadores.

Publicidade

As repercussões nas redes sociais foram imediatas, internautas subiram a hashtag "#GloboapoiaViolência". Com forte pressão popular, a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá entrou no caso. A Globo anunciou a expulsão do participante durante a edição do Big Brother Brasil. Marcos foi ouvido durante três horas pela delegada Viviane da Costa por suposta lesão corporal. Emilly continuou na atração entre as finalistas. #EmillyAraújo #BBB Big Brother Brasil