O médico gaúcho Marcos Harter, eliminado da edição de número 17 do reality show #Big Brother Brasil ao ser acusado de agressão contra Emilly Araújo, sua namorada e vencedora do programa, publicou hoje (22), em seu Facebook, uma carta aberta na qual contou um pouco de sua relação com Emilly. A carta, que continha um misto de declarações de amor e de decepção, movimentou as redes sociais após expor uma suposta armação de Emilly para eliminar o namorado do programa.

Segundo Marcos conta em sua carta, Emilly sempre havia demonstrado ser uma pessoa companheira, até que seu comportamento mudou, dias antes de ele ser expulso do reality show.

Publicidade
Publicidade

Marcos conta que, no dia em que ele foi notificado de sua saída do programa, Emilly teria ido várias vezes ao confessionário e que, no momento em que foi chamado pela produção do programa, soube que Emilly havia pedido sua expulsão da casa, após denunciá-lo por agressão.

O médico contou ainda que a namorada fingiu não ouvir os gritos dele de dentro do confessionário, pedindo que ela retirasse a acusação que havia feito contra ele. Alguns vídeos do momento em que, segundo Marcos, Emilly fingia dormir enquanto ele gritava, já circulam no Twittter.

A carta dividiu opiniões nas redes sociais; enquanto alguns internautas se mostraram consternados com a revelação e se colocaram em defesa de Marcos, alguns salientaram que, muito embora a moça possa de fato ter armado para que o namorado não fosse campeão do programa, Marcos ainda teria agredido Emilly, de modo que, com a denúncia ou sem a denúncia da moça, a eliminação do rapaz se mostrava necessária.

Publicidade

Leia abaixo, na íntegra, a carta de Marcos Harter no Facebook:

A eliminação de Marcos ocorreu após uma briga entre o médico e a namorada Emilly, na qual ele apontou o dedo no rosto dela, e segurou-a com força pelos pulsos, enquanto a moça se queixava de dor.

Na tarde do dia 10, a delegada titular da DEAM (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher), Viviane da Costa, esteve nos estúdios da Globo, onde teria avaliado as imagens das brigas entre Emilly e Marcos, e submetido Emilly a um exame clínico, para comprovação da agressão.

Na ocasião da eliminação do namorado, Emilly se mostrou chocada, e repetia para as colegas de confinamento que aquilo não podia estar acontecendo. Marcos aponta em sua carta, no entanto, que a sister ''chorava'' o tempo todo com o rosto coberto, e que a saudade que ela demonstrou sentir nos dias seguintes ao ocorrido não passava de fingimento, alegando que, ao sair da casa, Emilly sequer teria o cumprimentado.

Embora o rapaz possa estar sendo sincero, vale lembrar que algumas das cenas do casal eram de fato preocupantes, algo que Marcos também menciona na carta, dizendo que também à ele foi dada a chance de se queixar das atitudes de Emilly, algo que ele, porém, decidiu não fazer.

Publicidade

Durante a briga que causou a eliminação do rapaz, os internautas de mostraram bastante revoltados com o modo com que o rapaz agiu, e classificaram as atitudes dele como abusivas. #TV Globo #BBB 17