A vencedora do BBB17 Emilly Araújo deixou a delegacia da Delegacia da Mulher do Rio de Janeiro, no início da tarde desta segunda-feira (17), depois de prestar depoimento sobre as supostas agressões do ex-companheiro de confinamento, Marcos Harter. A jovem, de 20 anos, deixou a delegacia em silêncio total, onde permaneceu por três horas. A delegada-titular, Viviane Costa Ferreira, também não vai falar com a imprensa sobre o caso. As informações são do jornal Extra.

Emilly chegou poucos minutos depois das 10h, horário marcado para o depoimento. Na ocasião, a ex-#BBB chegou à delegacia acompanhada da irmã gêmea Mayla - que também participou do programa.

Publicidade
Publicidade

Assim que chegou ao local, os fãs a receberam prestando solidariedade, de acordo com informações da imprensa local. Nas redes sociais, os admiradores da estudante subiram a hashtag 'estamos com você Emilly' em apoio ao depoimento da ex-integrante do reality show da #Globo, na manhã desta segunda-feira. Por outro lado, no mesmo instante, outra hashtag 'estamos com você Marcos Harter' também mobilizou os internautas, declarando torcida e apoio ao ex-integrante do BBB17.

Entenda o caso

Já na reta final do BBB 17, Marcos foi acusado de ter cometido agressão contra sua companheira de confinamento Emilly. Durante uma festa, na madrugada do domingo (9), ele falou em voz alta com a sister, colocando-a contra a parede. Logo depois, ela foi se queixar com o ex-brother de dor no punho. O caso acabou repercutindo nas redes sociais e os telespectadores vieram a pedir a expulsão do médico do programa, que acabou acontecendo pouco tempo depois do ocorrido.

Publicidade

O caso começou a ser apurado na segunda-feira (10), pela Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM), que fica localizada no bairro de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A delegada-titular Vivian e Costa Ferreira, responsável pelo caso, informou que foi feita diligencia na Rede Globo, para angariar provas. “Naquele momento, foram solicitadas imagens de câmeras e foram feitos convites para Emilly e Marcos comparecerem à delegacia",

Antes de depor, Marcos divulgou uma nota em sua conta do Twitter, se redimindo do ocorrido. Ele disse que jamais teve a intenção de agredir ou machucar Emilly e que estava surpreso com que estava acontecendo.

Após prestar os esclarecimentos à polícia, na tarde da ultima quarta-feira (12), o médico não quis falar com a imprensa. Entrou e saiu calado. Apenas acenou para os fãs que estavam no local. “Força Marcos, estamos com você!”, foram as palavras de alguns admiradores.