A participante do Big Brother Brasil 17 #Emilly Araújo deve prestar depoimento à diretora da Divisão de Atendimento à Mulher da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Marcia Noeli, na próxima segunda-feira (12). A estudante vai falar sobre o suposto caso de agressão cometido por Marcos Harter [VIDEO], também ex-integrante e companheiro do reality show.

Publicidade

Em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (12), a diretora contou que tanto ela quanto a delegada titular Viviane Costa Ferreira viram tudo o que foi relatado dentro da casa.

Publicidade

"Foi instaurado o inquérito, a delegada está apurando", disse. Ela reforça o alerta sobre a importância da denúncia em casos de agressões contra as mulheres. "Muitas mulheres se sentem culpadas, acham que a culpa é delas", completou.

Se for condenado pela Justiça, Marcos poderá pegar até três anos de prisão. "Se for provado e se for uma questão de violência doméstica", explicou a diretora.

Marcos presta depoimento

O médico Marcos Harter prestou depoimento, na tarde desta quarta-feira, na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), no bairro de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. O ex-brother foi ouvido sobre as supostas agressões contra a companheira de confinamento Emilly, ocorridas no domingo (9).

Sua versão foi ouvida pela delegada titular Viviane Costa, que investiga o caso. Assim que ele saiu, admiradores o esperavam e dispararam: "Força, Marços! Estamos com você". Logo depois de entrar no carro, o ex-brother acenou e sorriu para os fotógrafos..

Publicidade

Na saída dele, a delegada titular disse à imprensa que algumas imagens do programa foram analisadas e identificaram que havia indícios de lesão corporal. Ela ainda destacou que a decisão da eliminação de Marcos foi feita exclusivamente da emissora, sem interferência da equipe policial.

Entenda o caso

Na segunda-feira (10), a diretora da Delegacia da mulher determinou as investigações para apurar o caso. No mesmo dia, Marcos foi expulso do BBB17 [VIDEO]. O apresentador Tiago Leifert anunciou à noite a saída do participante da edição de 2017.

No reality, além das supostas agressões, o médico também apresentou comportamento agressivo com outros integrantes nos últimos dias. Em uma discussão, no domingo, Marcos encurralou a namorada em um canto da parede, colocando o dedo na cara e gritando com a finalista do reality. Logo depois, Emilly reclamou de dor no pulso. #Globo