Não é de hoje que os ex-BBBs são tidos como celebridades no Brasil. Há dezessete edições, os participantes deixam a casa mais vigiada do país para literalmente correr para os braços do público.

Como sempre foi assim, desta vez não poderia ser diferente. Diversos ex-participantes do BBB17 tem faturado uma grana extra se apresentando em eventos ou simplesmente marcando a tão famosa e rentável presença VIP.

Considerada uma das participantes mais polêmicas de todas as edições do reality show, a campeã do BBB17, Emilly Araújo, está entre os nomes mais buscados nos sites de pesquisa, bem como uma das celebridades mais requisitadas nas festas por todo o Brasil.

Publicidade
Publicidade

A ex-BBB, que desde o dia 13, quando colocou os pés fora da casa eleita a grande vencedora da edição 2017, não parou um só minuto, vem faturando um bom dinheiro à ser somado à bolada de R$1,5 milhão que ganhou como prêmio do BBB.

Segundo o jornal 'Agora S. Paulo', a estudante gaúcha de 20 anos cobra cerca de R$20 mil para marcar presença nas festas mais badaladas do país. De acordo com informações, os R$20 mil pagos pelas agências e casas de show são correspondentes à presença de Emilly e de sua irmã gêmea e ex-BBB Mayla Araújo. O contrato, que sempre é feito no nome da campeã, fornece um 'bônus' para que Mayla a acompanhe. O valor destinado à irmã da vencedora não foi divulgado, mas ao que tudo indica, é bem inferior à quantia desembolsada por Emilly.

Big Brother Brasil 2017

Considerada a edição mais polêmica e rentável de todas as dezessete já produzidas por Boninho para a Rede Globo, o BBB17 contou com todo o carisma de Tiago Leifert para comandar a atração, que há dezesseis anos vinha sendo apresentada exclusivamente por Pedro Bial.

Publicidade

O reality show de maior sucesso no Brasil chegou ao fim no último dia 13, e até hoje está entre um dos assuntos mais comentados do país. A edição se transformou até mesmo em assunto de polícia.

O caso se deu após uma intensa briga entre o casal formado pela campeã Emilly e o cirurgião plástico Marcos Harter. O desentendimento, que aconteceu na madrugada do dia 10, culminou com a expulsão de Marcos da casa, suspeito de agredir a namorada.

Já eliminado do jogo, o médico foi intimado a prestar depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, no dia 12. Emilly, que deixou o programa dia 13, compareceu à DEAM nesta última segunda-feira, 17, para ser ouvida pela delegada-titular Viviane Costa Ferreira, responsável pelo caso. #Marcos BBB17 #Emilly BBB17 #Mayla BBB17