O Big Brother Brasil 17, que vinha morno nos últimos dias, ganhou as páginas de todos os sites do Brasil. Tudo porque o trio Marcos, Emilly e Ilmar se separou.

Depois dessa cisão entre os brothers, acusações, falta de controle e agressões verbais foram a tônica, deixando o jogo mais divertido para os telespectadores que gostam, parafraseando Tiago Leifert, “ver o parquinho pegando fogo”. Marcos declarou guerra a Emilly de uma forma até inexplicável.

Emilly, que já brigava com todo mundo, só conseguiu se aproximar de Ieda. Marcos teve um surto, típico do filme “Um Dia de Fúria”, se descontrolou, brigou com todos os participantes da casa e até com a produção.

Publicidade
Publicidade

Ah, e até com quem estava fora também.

Os artistas do espetáculo se envolveram em discussões muito polêmicas. Ilmar chamou Emilly de “verme rastejante” e logo depois, para provocar mais ainda, pediu desculpa, aos vermes. Emilly e Ilmar colocaram o dedo um na cara do outro e de forma recíproca mandaram um ao outro calar a boca.

Mas nada chegou perto do descontrole de Marcos. Nesta segunda-feira (4), ele chegou a chamar Marinalva de “cavalo manco” em referência a sua deficiência, mentiu sobre um episódio muito grave sobre Ilmar e colocou o dedo na cara de Emilly. Fora a discussão acalorada com Ieda e Vivian.

Tiago Leifert teve que desmentir o brother ao vivo. Segundo Marcos, a polícia esteve na porta do BBB17 procurando Ilmar por não pagar pensão alimentícia ao filho. Esse foi talvez o maior erro de Marcos no jogo.

Publicidade

A acusação soou para o público como jogo baixo e sujo. E isso foi reproduzido nos números da enquete do portal UOL.

Na segunda-feira (3), a parcial da enquete apontava que Ilmar estaria praticamente eliminado. A diferença era de 20% contra o advogado. Mas, na madrugada desta terça-feira (4), depois de ir ao ar o “Jogo da Discórdia” e o programa revelar o descontrole de Marcos, a diferença já tinha caído para cerca de 8%.

Ao longo desta terça, dia de definição do #paredão e eliminação de um dos participantes, Marcos ou Ilmar, a diferença foi caindo, chegando às 16h30 a 4,6%. A diferença, como vem caindo com o passar das horas, torna o resultado do paredão totalmente incerto. Já eram computados neste horário mais de 6 milhões de votos na enquete.

O UOL esclarece que a enquete não tem caráter científico. Comente. #Enquete UOL #BBB Big Brother Brasil