Marcos Harter, 37 anos, nascido em Porto Alegre (RS), cirurgião plástico, foi expulso da casa mais vigiada do Brasil nesta segunda-feira, 10. O anúncio da expulsão foi feito pelo apresentador do programa, Tiago Leifert, que relatou o motivo da expulsão: Marcos agrediu sua então namorada na casa, Emilly, de 20 anos.

Na noite de segunda-feira o médico foi chamado ao confessionário e foi comunicado pela direção do programa sobre a expulsão. O participante deixou a casa e está retido em um hotel, sem contato com ninguém que não seja a polícia ou advogados.

Para você que não acompanha o programa e ainda não entendeu a notícia da expulsão do participante, veja 5 fatos que levaram Marcos a se retirar da casa contra sua vontade.

Publicidade
Publicidade

1. #Brigas constantes: Marcos e Emilly viviam em pé de guerra na casa. Diversas vezes os dois eram chamados ao confessionário para serem alertados sobre o comportamento inadequado do casal.

2. Agressões psicológicas: por muitas vezes, em suas brigas dentro do programa, Marcos dizia palavras que são consideradas agressão pela Lei Maria da Penha, contra Emilly. As palavras vinham acompanhadas de um tom alterado na voz do participante.

3. Agressões físicas: sempre após as brigas Emilly reclamava para Marcos que estava sentindo dores no punho e que havia alguns hematomas em seu braço. Marcos, por sua vez, se defendia dizendo que cada vez que ela reclamava da dor ele também iria citar todas as vezes que ela o encheu de arranhões.

4. Decisão do programa: a rede Globo de televisão, juntamente com a direção do programa, repudia qualquer forma de agressão física ou psicológica contra a mulher.

Publicidade

E uma das diversas regras da casa que podem gerar a expulsão direta do programa é a agressão física.

5. Ação da delegacia e da polícia no programa: após muitos comentários a delegacia de crimes contra a mulher resolveu entrar em contato com a direção do programa para averiguar diretamente os fatos. Emilly foi submetida a exames por médicos do programa para comprovar as agressões e, por diversas vezes, foi chamada ao confessionário para ser questionada por psicólogos do programa também. A moça em nenhum momento acusou o namorado de uma suposta agressão, porém, por meio de exames, a agressão foi confirmada, gerando assim a expulsão do participante. #2017 #BBB Big Brother Brasil