Em sua coluna no IG, Leo Dias publicou que a figurinista Su Tonani não vai dar sequência às queixas formalizadas contra o ator #José Mayer.

Tonani esteve na defensoria pública e pediu o arquivamento do processo.

O documento, assinado por Arlanza Rebello, defensora pública, informa que não haverá representação contra José Mayer na apuração das acusações de assédio por parte da figurinista da #TV Globo, Susslem Tonani.

Relembre o caso

O jornal Folha de S. Paulo noticiou no dia 31 de março que a figurinista Susslem Tonani denunciou o ator da Rede Globo de Televisão por assédio. Su Tonani contou que o assédio já vinha ocorrendo há 8 meses.

Na frente de colegas de trabalho, José Mayer teria colocado a mão na genitália da moça, que ficou muito humilhada e deixou de dirigir a palavra ao ator.

Publicidade
Publicidade

Irritado com o fato, Mayer teria chamado Su de “vaca” também em frente a colegas da emissora. Foi quando ela dirigiu-se ao departamento de Recursos Humanos e formalizou a queixa de #Assédio Sexual.

O caso, polêmico por si só, teve adesão de várias atrizes da Globo, dentre elas Letícia Sabatella, que afirmou já ter sido assediada no passado, mas conseguiu dar um “chega pra lá” no ator. Por conta disso, Sabatella disse em suas redes sociais que José Mayer não se emendava.

José Mayer afirmou que machista era o personagem que ele fazia, “Tião Bezerra”, e que nada tinha a ver com sua pessoa, procurando, assim, desmentir as acusações.

Várias atrizes, dentre elas Taís Araújo, Fernanda Lima, Tainá Müller, Bruna Marquezine, Cissa Guimarães, Sophie Charlotte, Drica Moraes, Alice Wegman, Gloria Pires, Grazi Massafera e Camila Pitanga, se juntaram em protesto contra o assédio e a favor de Susslem.

Publicidade

Elas também iniciaram a campanha “mexeu com uma mexeu com todas”. A população começou a usar a hashtag #chegadeassedio.

A Globo então se pronunciou com nota de repúdio ao assédio e com suspensão ao ator (por tempo indeterminado), que, por sua vez, reconheceu e assumiu o erro através de carta pedindo desculpas e dizendo que aprendeu muito com a situação e que espera que seu comportamento sirva para alertar pessoas de sua geração que não viam piadas machistas e de mal gosto como algo nocivo, mas que era sim.

Depois do reconhecimento do autor, que ainda está suspenso pela Rede Globo de Televisão, e da campanha lançada pelas atrizes, todos esperavam o desfecho.

Foi surpresa total Su Tonani não querer prosseguir em juízo com as acusações, mas especula-se que a carta do ator surtiu efeito e ele foi perdoado.

Será?

O que você acha dessa situação toda?

Deixe em nossos comentários a sua opinião