"Avião sem asa/ Fogueira sem brasa/ Sou eu assim sem você". Essa é uma das estrofes de uma das músicas mais conhecidas de Buchecha e foi lançada logo depois que o seu parceiro de jornada, Claudinho, veio a falecer.

A morte do artista aconteceu em 2002, em um acidente de trânsito. Quinze anos se passaram e isso é muito tempo. Tanto que é capaz de separar as pessoas.

Claudinho faleceu, mas deixou uma filha. Andressa Alves sente a saudade do pai e a dor do que chama de abandono por parte te Buchecha. Ela deu uma entrevista publicada, neste sábado (22), pela versão online do jornal carioca Extra. O relato da moça impressiona e mostra o quanto dura pode ser a vida dos #Famosos.

Publicidade
Publicidade

Na entrevista, Andressa fala de Buchecha e lembra que ele é como se fosse um segundo pai. O cantor foi o seu padrinho de batismo, mas não se falam ou se veem há pelo menos três anos.

Isso dói para a jovem, especialmente agora que ela diz estar investindo em uma carreira que um dia fez o seu pai ficar famoso e virar figurinha carimbada em programas como o de Xuxa Meneghel e Fausto Silva. A jovem lembra que o padrinho se afastou, mesmo com ela ligando muitas vezes.

De acordo com Andressa, todo contato não era respondido. Além disso, quando respondia, Buchecha garantia que, quando viesse ao Rio de Janeiro, onde a filha de Claudinho mora, ele a procuraria. Isso nunca aconteceu.

"Nunca pedi dinheiro, apenas sentia saudade. Há três anos não recebo nem uma ligação para desejar feliz aniversário.

Publicidade

Padrinho era para ser igual a um pai. Não procuro mais", disse ela mostrando muita dor.

Pouco antes da separação, quando a menina, completava os 15 anos, Buchecha compareceu ao aniversário dela. Ele posou como padrinho e o momento foi de grande emoção a todos.

A jovem Andressa, hoje com 19 anos, agora tenta alçar a fama. Ela acaba de fazer uma parecia com o produtor Rick Bonadio, com que gravou a música “Esperança”. A menina garante que seu pai serve de inspiração para trilhar seus sonhos.

Andressa diz que as pessoa falam que ela puxou o talento de Claudinho e que nunca teve aula de canto. Muito parecida com o pai, a cantora alega que seu único problema no palco ainda é a timidez.

A família de Claudinho passou dificuldades após a morte dele. Ele deixou uma boa casa na Ilha do Governador. Sem dinheiro para manter o local, ela começou a fazer festas, alugando o espaço, mas desistiu, já que poucos eram os que realmente alugavam.

A filha de Claudinho agora sonha em ir ao palco de Luciano Huck. Com um grupo de amigas, ela criou uma campanha para estar no Caldeirão, da TV Globo.