Na última sexta-feira (21), a #Netflix disponibilizou todos os episódios da primeira temporada de #girlboss, série baseada no livro homônimo escrito pela empresária americana Sophia Amoruso.

Embora a série deixe claro que toma diversas liberdades na construção do enredo, a ideia básica continua a mesma que a original: Sophia não se encaixava em nenhum padrão de estudo ou trabalho, falhando em todos eles. Quando precisou de uma cirurgia, mas não tinha plano de saúde para cobrir as despesas, a jovem decidiu buscar um emprego para obter o benefício.

Como recepcionista, a garota com muito tempo livre ficava horas navegando na internet e se dedicando ao que mais gostava: vender roupas via eBay, site de leilões americano.

Publicidade
Publicidade

Ao ver que tinha muito jeito para a coisa, Sophia decidiu fazer disso seu negócio.

Na vida real, a empreendedora é hoje dona da loja Nasty Gal e comanda mais de 350 funcionários.

The OC e 2006

No quarto episódio de Girlboss, o espectador cuja faixa etária seja parecida com a de Sophia, vai se deparar com uma das melhores referências a séries de TV já feitas. Atenção, os trechos a seguir contém spoilers das duas séries.

Interpretada por Britt Robertson, a protagonista está em casa com amigos à noite assistindo a nada menos que The OC, um dos maiores sucessos da TV mundial na primeira década dos anos 2000. Mas eles não estão vendo qualquer episódio: é simplesmente o dia em que a personagem Marissa Cooper (Mischa Barton) morre após um acidente de carro, nos braços de Ryan Atwood (Ben McKenzie).

Publicidade

A princípio (assim como todo mundo em 2006), os jovens acreditam que foi apenas mais um incidente na vida da já tão complicada Marissa. Sophia chega a dizer: "Calma, daqui a pouco ela volta ao normal e eles cortam para Seth e Summer, que são muito mais interessantes mesmo". Mas ao perceberem que a personagem morreu, a sensação é de desespero. Porque Marissa, para a maioria dos espectadores era irritante e mimada; mas sem ela a série perdeu a graça.

Pouco antes disso, Sophia se levanta para atender a uma ligação de negócios e acaba não vendo toda a cena de Marissa, o que a deixa frustrada. No Twitter, vários usuários se lembraram da época e começaram a se perguntar: "Onde você estava e o que estava fazendo no dia da morte de Marissa Cooper?".

Mas o episódio de Girlboss não termina aí. A garota ainda precisa entregar um vestido no dia seguinte para uma cliente que vai se casar naquele momento. É aí que os idealizadores da série entregam a cena mais divertida do episódio: exatamente como Ryan carregando Marissa, Sophia atravessa uma ponte a pé (ela tem fobia de pontes), suando, gritando e correndo, com o vestido nos braços e se ajoelha no fim, tal qual Ryan.

Mas pelo menos para Sophia, que consegue entregar o vestido a tempo, o final foi feliz. #Seriados