O '#BBB 17' acabou há cerca de dez dias, mas as polêmicas envolvendo o reality show da Rede Globo de Televisão continuam. De acordo com uma reportagem assinada pela jornalista Keila Jimenez, do portal de notícias R7, publicada neste sábado, 22, as polêmicas entre o canal e Marcos Harter, expulso do 'Big Brother Brasil', nem de perto estão perto de chegar ao fim. Isso porque ele foi, durante essa semana, indiciado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por lesão corporal. O indiciamento foi baseado na Lei Maria da Penha. Para chegar a tal conclusão, a polícia analisou vídeos e ouviu os depoimentos do médico e de Emilly, vencedora do prêmio de um milhão e meio de reais.

Publicidade
Publicidade

Ele, quando foi expulso da atração, foi informado que a decisão da emissora foi baseada em seu mau comportamento. Na ocasião, a polícia estava no Projac. Tiago Leifert chegou a dizer que a emissora estava dando todo o amparo para Marcos, o que agora é desmentido pela reportagem do portal R7. A única coisa que a emissora teria realmente feito, como mostra a matéria de Keila Jimenez, foi provocar um blindagem a harter. Quando ele foi depôr, seguranças estiveram a seu lado, evitando o assédio do público. A mesma atitude foi tomada com Emilly.

No entanto, a TV Globo teria abandonado Marcos à própria sorte do quesito jurídico. Ou seja, o maior canal do país não cedeu nenhum tipo de advogado para ajudar o médico, que no BBB se disse especialista em fazer narizes perfeitos.O acompanhamento jurídico do caso está sendo feito por advogados contratados e pagos pelo próprio ex-BBB.

Publicidade

A informação foi dada no mesmo dia que o cirurgião decidiu atacar Emilly em uma carta publicada pelo Facebook. Ele diz que a gêmea pediu a expulsão dele no confessionário com um único intuito, evitar que fosse o seu adversário na grande final do reality show.

Ainda na carta, Marcos diz que caráter não se compra e que a relação dele com a estudante do Rio Grande do Sul poderia ser muito linda. O médico está revoltado, pois não pode abrir o bico. Por conta disso, ele tenta agir com força contra a emissora e tenta achar uma brecha no contrato que tem com o canal. Tal contrato não permite que ele fale com ninguém. Do contrário, pode pagar uma multa milionária.

O que Marcos quer da Globo é que ela abra espaço para ele se defender em um dos programas do canal, o que até agora não aconteceu. É de bom tom no jornalismo ouvir o outro lado, mas a emissora, mesmo mostrando o caso em seus telejornais, não dá a versão de Harter.

E você, acha mesmo que Marcos deve tentar mesmo agir contra a Globo? Deixe seu comentário. #Big Brother Brasil