Heath Ledger foi um ator que acabou cometendo o suicídio quando tinha apenas 28 anos de idade. No entanto, nem todos os fãs concordam com isso e, até hoje creem que o que ocorreu, infelizmente, não passou de um acidente. A causa oficial da more de Heath, em 2008, foi overdose. Após quase dez anos da morte do profissional das telonas, um documentário está sendo feito sobre sobre ele. O ator, que nasceu na Austrália, ganhou a bela homenagem em 'I Am Heath Ledger'. Quem também se deu bem é quem gosta do artista, que poderá ver imagens inéditas dele em plena ação e também momentos que nunca ninguém viu.

O mote das imagens inéditas e emocionantes é a grande marca do documentário.

Publicidade
Publicidade

Nessa semana, o trailer do documentário foi divulgado no Youtube. Em apenas três dias, ele já tem quase três milhões de exibições, mostrando que o ator que fez 'Batman - O Cavaleiro das Trevas' para sempre será lembrado. Outra coisa curiosa no documentário é que muitas imagens exibidas mostram o ator se filmando. Os arquivos são pessoais, uma simples brincadeira dele em virar cineasta. A obra é assinada pelo cineasta Derik Murray. Em entrevistas, ele explicou que quer mostrar aos expectadores de seu filme a intimidade do ator, que já tinha dado o que falar ao interpretar um homossexual no armário em 'Brokeback Mountain',

A ideia do diretor é como se o ator estivesse fazendo uma live com os expectadores do documentário. Isso porque, antes mesmo da era do Snapchat, ele já gravava uma espécie de depoimento frequente sobre a vida.

Publicidade

Em alguns dos vídeos achados, em um verdadeiro baú do tesouro, o ator está sorrindo. Fica impossível não se emocionar, por exemplo, com as reuniões entre ele e a família e, é claro, com os amigos.

"Havia sempre câmeras ao redor. Essa é a única maneira que eu me recordo ele", disse o diretor orgulhoso com o próprio trabalho.

Veja abaixo o trailer que mostra um pouco do que será esse documentário que deve fazer hollywood lacrimejar bastante. Preparem-se e peguem seus lencinhos.

E você, o que pensa sobre esse tipo de homenagem póstuma: sempre é válida, pois e uma maneira de manter viva a memória do ator, ou na verdade, não passa de um oportunismo para ganhar ainda mais dinheiro e encher os cofres de Hollywood? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e nos ajuda no diálogo de temas como o mostrado nessa reportagem, sempre relevantes para uma parcela da sociedade. #Famosos