De acordo com informações do UOL, o ex-participante do BBB 17, Marcos Harter, vai ter que estar na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. A presença dele é esperada nesta terça-feira, 11, sem hora ainda marcada para acontecer. A informação foi confirmada ao portal de notícias por Marcia Noeli, que é chefe da divisão da Polícia civil do Rio de Janeiro, que cuida do atendimento à mulher. A própria delegada titular da delegacia de Jacarepaguá, Viviane Pinto, foi quem, na noite anterior, foi ao estúdio da Rede Globo de Televisão e tomou as medidas cabíveis sobre o caso. Ao conversar com a produção, a delegada e a Globo decidiram chamar Emilly e Marcos ao confessionário.

Após ouvir os dois, a emissora decidiu expulsar Marcos do programa.

Publicidade
Publicidade

A decisão foi anunciada na noite de segunda-feira, 10. A assessora de Marcos disse ao UOL que até às dez da manhã ele ainda estava dormindo e que, mais tarde, reuniria-se com ele para tratar como levar melhor a situação. Em entrevista ao portal, a delegada Marcia Noeli confirma que, caso condenado, Marcos pode pegar de um a três anos de prisão. Isso porque, de acordo com ela, segundo a Lei Maria da Pinha, intimidação também é agressão. Além disso, ela afirma ter elementos suficientes para lançar a chamada medida protetiva, que é quando a justiça obriga alguém a ficar longe de uma pessoa, pois essa oferece algum tipo de perigo.

Marcos, por sua vez, está completamente inconformado com tudo o que aconteceu no reality show da Globo. Logo cedo, ele publicou uma nota, na qual dizia que não tinha a menor intenção de agredir à participante e que o único sentimento que tem por Emilly é baseado em coisas boas.

Publicidade

O canal, ainda no programa de eliminação, revelou que está dando toda a assistência jurídica e psicológica a Marcos.

Tiago Leifert também fez questão de comentar o que estava havendo no programa e agradeceu ao público pela compreensão que estão tendo com ele como apresentador, que já na temporada de estreia pegou um rojão daqueles. Marcos é o terceiro participante expulso do 'Big Brother Brasil'. Daniel foi o primeiro, acusado de indício de estupro. Ana Paula Renault bateu no rosto de um participante e, dos três, foi a única não indiciada.

Veja o post feito pela família de Marcos logo após sua expulsão do reality show da Rede Globo de Televisão:

A seguir, todos podem ler a nota escrita pelo cirurgião plástico e publicada nas rede sociais.

#BBB Big Brother Brasil