O ator José Mayer assumiu o assédio contra a figurinista Su Tonani e publicou uma carta aberta com um pedido de desculpas nesta terça-feira (4). Mesmo com a retratação pública, o galã global recebeu uma enxurrada de críticas na internet e acabou sendo suspenso temporariamente pela #Rede Globo. Depois de fazer sucesso na pele do vilão Tião, na novela das 21 horas "A lei do amor", Mayer estava escalado para uma das próximas novelas da emissora.

Na carta, José Mayer, de 67 anos, afirma que errou em suas atitudes, pede desculpas e diz que isso apenas não basta. O ator afirma que é fruto de uma "geração" onde atitudes machistas eram consideradas, até então, normais, e diz que, a partir de agora, será uma nova pessoa.

Publicidade
Publicidade

No comunicado, ele confirma que fez brincadeiras inapropriadas com Su Tonani e garante que não tinha a intenção de ofendê-la, sem citar propriamente a denúncia de #Assédio Sexual. A figurinista, que trabalhou com Mayer por aproximadamente oito meses, afirma que foi tocada nas suas partes íntimas na frente de colegas de trabalho, além de ter sido xingada de "vaca" por Mayer.

Assédio de José Mayer gera revolta

Logo após a denúncia de assédio sexual da figurinista Su Tonani contra o ator José Mayer vir a público, tanto o ator quanto a Rede Globo receberam milhares de críticas nas redes sociais. Desde então, várias mulheres, inclusive atrizes e funcionárias da emissora, colegas de Mayer, iniciaram uma campanha na internet e nas redes sociais em protesto contra esse tipo de violência. Fotos das mulheres vestindo camisas com os dizeres "Mexeu com uma mexeu com todas", acompanhada da hashtag #chegadeassédio foram amplamente compartilhadas na web.

Publicidade

Nomes de peso da dramaturgia nacional participaram da campanha virtual, como Sophie Charlotte, Gloria Pires, Bruna Marquezine, Drica Moraes e Camila Pitanga.

Antes do pedido público de desculpas, o ator José Mayer chegou a emitir um comunicado dizendo que as denúncias eram fantasiosas e que a figurinista Su Tonani estava fazendo confusão entre o ator e seu personagem, Tião, conhecido pela violência empregada contra as mulheres na novela das 21 horas.