Eunice Baía ficou conhecida em todo o Brasil no ano 2000, quando interpretou a protagonista do filme 'Tainá - Uma Aventura na Amazônia'. A película foi considerada um sucesso, pois levou mais de um milhão e meio de pessoas para os cinemas. Na época do filme, Tainá tinha oito anos, mas aparentava até menos. 17 anos se passaram e muita coisa mudou na vida de Eunice. Ela não quer saber mais de atuar e hoje ganha a vida como designer de moda. Ela é mãe de Antônio, que tem 3 anos, e em seu Instagram sempre posta fotos se derretendo pelo filho

Veja abaixo uma montagem que mostra toda a evolução do tempo da atriz. É impressionante ver como ela está completamente diferente nos dias de hoje.

Publicidade
Publicidade

Aos poucos, a famosa franjinha foi deixada de lado. No lado mais direito da imagem, Eunice está com o seu filho pequeno. Ela garante que está muito feliz dezessete anos depois de ter sido a estrela de um grande sucesso do cinema nacional.

Para muitas pessoas, a atriz está muito parecida com outrora, conservando o mesmo sorriso de inocência e os traços indígenas, que foram fundamentais para que os produtores do filme 'Tainá' a convidassem para participar da película. Para o produto da sétima arte, Eunice teve que contracenar com animais e ter muita disposição para horas de gravação na selva. Algo que, certamente, qualquer criança, no geral, levaria como uma grande brincadeira.

No ano passado, por exemplo, a atriz esteve em um evento de cinema. Ela é muito chamada para essas celebrações, afinal, é uma heroína que falou de um assunto bem brasileiro, a importância da preservação da selva para os índios.

Publicidade

Muitas vezes, ela escolhe visuais bem diferentes para estar nesses lugares, chamando a atenção de quem passa. Para alguns, a profissional das telonas é uma mistura de índia com mulher moderna hoje em dia e tudo é o que acaba dando o ar da graça.

Para você, a eterna Taína mudou muito e está um mulherão? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade. #nostalgia #É Manchete!