#Marcos Harter, que participou da última edição do Big Brother Brasil, fez uma carta pública sobre a sua participação no reality show e, principalmente, sobre o relacionamento que teve na casa com Emilly Araújo – a grande vencedora dos 1 milhão e meio de reais. No texto, o cirurgião plástico retrata todos os momentos que conviveu com a gêmea na casa, de quando ele conheceu a estudante até o último minuto de sua participação no programa – Marcos foi expulso da casa por ter supostamente agredido a gêmea fisicamente. O cirurgião plástico deixa muito claro na carta que entregou por completo os seus ouvidos para ouvir todas as histórias de ‘pobreza’ e humildade que a gaúcha tinha para contar e, mesmo assim, aliou-se à ela e ficou ao lado da jovem até o final.

Publicidade
Publicidade

Porém, de acordo com o médico, ‘faltava’ ver o comportamento da gêmea quando ela estivesse na riqueza – como está.

“Na pobreza já dava para ver a sua parceria, faltava ver na riqueza”, diz Marcos. O primeiro impacto dado por Emilly no médico – quando ela deixou de ser pobre para ser rica – aconteceu no mesmo dia em que a gaúcha venceu o reality show: ela saiu da casa para comemorar com os amigos e familiares que estavam presentes naquele momento, percebeu a presença de Marcos no recinto, no entanto, não foi até ele para abraçá-lo ou prestar um agradecimento ou, quem sabe, dar uma palavra de apoio. Isso magoou o cirurgião plástico e seria apenas a primeira resposta da gêmea para as ‘agressões’ que ele teria cometido contra ela – o próprio Ministério Público do Rio de Janeiro já formalizou denúncia contra o médico.

Publicidade

“Sei porque na segunda-feira, 10/04, dia de minha eliminação, vocês estava tão distante de mim...”, diz Marcos. Ele faz referência a uma suposta posição de Emilly com relação a tirá-lo do programa. O próprio médico conta em sua carta que a gaúcha teria ficado impressionada quando o cirurgião plástico venceu o último paredão contra Marinalva com 77% dos votos – fato que proporcionou uma vasta comemoração dos apoiadores de Marcos que gritaram para ele ‘é campeão’. De acordo com o cirurgião plástico, esse fato foi o início da reviravolta de Emilly, com relação a uma denúncia que ela supostamente teria feito no confessionário contra ele, ao pedir para a direção do programa a expulsão de Marcos. No texto, o médico diz que ficou muito desconfiado com relação às idas da gêmea no confessionário, momentos depois de os dois terem visto a grande comemoração da torcida do cirurgião plástico junto ao grito de ‘é campeão’. “Sei porque você pediu e foi várias vezes ao confessionário...”, diz o médico.

No entanto, perto do fim da casa, Marcos destaca que percebeu o arrependimento em Emilly, no entanto, tarde demais, pois o cirurgião plástico foi eliminado e ainda prestou depoimento em uma delegacia do Rio de Janeiro. Na madrugada da última terça-feira, 25, Marcos fez um ao vivo em sua rede social e contou que já chorou muito ao ler a carta que escreveu. #Marcos e Emilly #bbb17