Para quem ainda tinha esperança de que o romance entre Marcos e Emilly pudesse sobreviver fora da casa do Big Brother Brasil, ela chegou ao fim na manhã deste sábado, depois que o cirurgião plástico postou em sua conta oficial no Facebook uma carta aberta detonando a ex-namorada.

Entre muitas outras coisas, Marcos chama Emilly de traidora, diz que ela só estava preocupada com o prêmio do programa e afirma que todo amor chegou ao fim quando ele entrou no confessionário pela última vez, recebeu a informação de que estava eliminado e descobriu quem realmente era Emilly.

A postagem já foi compartilhada por mais de 10 mil pessoas e tem quase 90 mil curtidas em seis horas no ar.

Publicidade
Publicidade

São mais de 31 mil comentários até o momento.

Trechos da carta

Marcos começa a carta se apresentando. Em seguida, ele jura por sua família que o que escreve é verdade. É a deixa pra começar a detonar o comportamento, a atitude e o caráter de Emilly. Em alguns momentos da carta ele expressa o sentimento que sentiu pela estudante gaúcha dentro da casa mais vigiada do Brasil.

O texto alterna críticas e elogios, com maior contundência para o primeiro. Marcos narra o momento em que conheceu Emilly dentro da casa e afirma que sentiu “peninha” de sua história de vida.

Marcos afirma que Emilly passou a vê-lo como adversário quando ele voltou do paredão depois de vencer Marinalva. A torcida do doutor gritou “é campeão” e a gaúcha teria ficado assustada.

Na última madrugada de sábado para domingo do programa, depois de uma festa, os dois se desentenderam e as cenas de Marcos brigando com Emilly viralizaram na internet.

Publicidade

Muitas pessoas o acusaram de agressão.

Segundo Marcos, durante a segunda-feira, Emilly pediu e teria várias vezes ao confessionário. Em uma das vezes, ela voltou arrumando o microfone no braço, porque havia sido examinada pelos médicos do programa. “Sei por que você não fez cara de duvida quando me chamaram pela última vez no confessionário”, diz Marcos. Ele afirma que ao descobrir que havia sido expulso gritou de dentro do confessionário para que Emilly retirasse as denúncias.

O médico afirma ainda que Emilly chorou sem lágrimas quando Tiago Leifert anunciou sua eliminação. “Confesso que a partir do momento em que entrei no confessionário pela última vez e fiquei sabendo de sua traição, fiquei bastante decepcionado com você”, afirma.

A carta continua e termina com um sútil “adeus”.

Leia a carta na íntegra

#Marcos e Emilly #Carta aberta para Emilly