Emilly e Marcos era um casal que vinha dando o que falar no Big Brother Brasil 17. Os assuntos iam desde suas brigas constantes e até uma possível gravidez de Emilly. Contudo, as confusões entre os namorados chegaram num ponto insustentável. Nesta segunda-feira (10), Marcos acabou sendo expulso do BBB por ter agredido Emilly. As informações são do portal de notícias G1.

O caso foi investigado pela polícia, que confirmou as agressões cometidas pelo Brother. Em seguida, assim que começou o reality show, o apresentador Tiago Leifert anunciou a saída de Marcos. “Na conversa de hoje ficaram comprovados indícios de agressão física.

Publicidade
Publicidade

No BBB, agressão gera expulsão. A decisão está tomada: o Marcos está eliminado do BBB 17", afirmou.

Durante o anúncio feito por Leifert, Emilly chorou bastante e parecia não acreditar no que estava acontecendo. Enquanto isso, Vivian e Ieda tentavam consolar a sister de todo jeito, dizendo que foi melhor assim, para evitar algo pior.

Leifert ainda tentou acalmar a sister, dizendo que ela estava tendo um ótimo apoio naquele momento. Ele afirmou também que a equipe do programa está sempre em contato com sua família, e que eles estão tranquilos neste momento.

Ainda no programa, o apresentador fez outro pronunciamento. Ele informou as participantes que elas eram a finalistas desta edição do BBB, e que a melhor coisa que poderia ter acontecido foi ter uma final com elas.

Entenda o caso

O caso, que vem ganhando cada vez mais repercussão, começou na madrugada do último domingo (9).

Publicidade

Tudo aconteceu quando Marcos e Emilly começaram a brigar.

O médico gritou com a sister e colocou-a contra a parede, perguntando: “Você só está comigo porque eu quero que você ganhe, é isso?”. Logo em seguida, já na parte externa da casa, Emilly se queixa que seu punho está doendo. Ela diz a Marcos que ele a beliscou de novo. “Tu apertou meu pulso, tá doendo”.

Após as pessoas pedirem a expulsão de Marcos pelo ocorrido, delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá foi até a emissora pedir as imagens do programa, que mostram o momento em que a #Violência aconteceu.

Após analisar as imagens, a polícia concordou que deveria se fazer um exame clínico em Emilly, pelos médicos da #Rede Globo, para averiguar a possibilidade da participante ter sofrido agressão corporal. Em seguida, deveriam levar a sister até o confessionário para deixar claro os seus direitos em relação à Lei Maria da Penha. #BBB Big Brother Brasil