Depois do paredão de ontem, a madrugada foi longa, e o trio - Marcos, Ilmar e Emilly - protagonizou mais um #Barraco, com direito a dedo na cara e muita adrenalina.

Tudo começou com Marcos, que não curtiu o fato de Ilmar ter chamado Emilly de "verme", e foi avisá-lo pegou pesado na #discussão. Mas Ilmar não deixou barato e, além de pedir distância de Emilly, disse para Marcos quem merece suas desculpas são os vermes, por terem sido comparados a Emilly.

Emilly não gostou nada do que estava ouvindo e foi cobrar mais atitude de Marcos. Ilmar, que ainda estava por perto, ignorou a líder e alegou que sua presença o incomodava, foi quando Emilly, muito irritada, gritou que a presença de Ilmar a incomodava mais.

Publicidade
Publicidade

Marcos e Ilmar foram para o quarto sozinhos, na tentativa de lavar toda a roupa suja longe da líder Emilly. Foi aí que Ilmar disse que nos últimos dias começou a analisar a líder e percebeu que, para ela, ele e Marcos são totalmente "descartáveis" e que sua relação com ela está oficialmente encerrada. Marcos ainda tentou reatar a amizade entre o trio, pedindo novamente que Ilmar fosse pedir desculpas para Emilly, e ouviu uma resposta bem negativa de Ilmar, onde ele disse que não pode pedir desculpas para alguém que, para ele, não existe. No final, Ilmar ainda afirmou que o pai de Emilly deve estar muito envergonhado da filha.

Após conversar com Ilmar no quarto, Marcos foi para o quarto do líder e encontrou Emilly enfurecida por ter ficado de fora da discussão entre ele e Ilmar. A líder continuou insistindo no fato de Marcos não tê-la defendido, e conseguiu tirá-lo do sério quando começou a imitá-lo e ironizá-lo.

Publicidade

Marcos enfiou o dedo na cara da líder e, aos berros, disse para ela não falar sem saber, deixando a sister sem palavras.

Emilly continuou falando mal de Ilmar e alegou ter se sentido pior com o fato dele ter apontado o dedo em sua cara e a chamado de verme, com isso, o casal voltou a discutir feio. Marcos alegou que Emilly quer mudar o jeito dele e que ele não é de agressão, mas ela negou o que ele estava dizendo. O médico voltou a gritar, alegando que a líder estava querendo que ele tivesse uma conduta que não é do feitio dele. Emilly respondeu que apenas esperava que ele tivesse uma atitude cavalheira e a defendesse.

Marcos, já muito irritado com Emilly, insiste para que a discussão termine e ela fale baixo. A líder então fala que não pode nem desabafar com o homem ao seu lado, e Marcos responde que a discussão já está parecendo novela. Emilly justifica dizendo que não pode nem chamar Marcos de namorado, e Marcos concorda alegando que eles são apenas “ficantes”.

No final, não muito diferente das outras discussões do casal, eles terminam com carícias sob o edredom. #BBB Big Brother Brasil