A #prostituição é algo que assola o mundo todo, sendo expressamente proibidas em algumas partes do mundo. Em alguns casos mais extremos, sendo passiveis de pena de morte. Já, em outros lugares, a prostituição é permitida e ocorre mesmo a luz do dia. No Brasil, a prostituição, com exceção da prostituição infantil, é permitida.

Um caso muito inusitado aconteceu na Rússia. Um cidadão estava vendo o jornal na TV, quando o programa começou a mostrar uma invasão da polícia a uma casa. O intuito da invasão era impedir uma prática de prostituição que acontecia lá dentro. A Rússia é um dos países onde a prostituição é proibida.

Porém, quando a invasão ocorreu, o cidadão que via o programa acabou se espantando, tudo acontecia ao vivo, ele viu sua esposa, apenas de lingerie e meia calça, sentada em um sofá e sendo algemada por prostituição.

Publicidade
Publicidade

O marido ficou sem reação e levou vários momentos para entender a situação. Foi então que o jornal falou o nome da mulher, realmente era a esposa dele. Depois de passado o susto, o homem foi até o seu computador, acessou a internet e fez uma pesquisa em alguns sites onde pessoas marcavam encontros com prostitutas. Não precisou muito para que ele encontra-se a foto da esposa entre as outras fotos de um dos sites. Ela cobrava o equivalente a pouco mais de 660 reais por programa.

Na sequência, o marido levou o vídeo do jornal para os juízes junto com um pedido de divórcio, ele também conseguiu ficar com a guarda da filha e agora está lutando na Justiça para que sua ex-esposa não tenha o direito de ver a menina.

As ações do homem, que descobriu estar sendo traído e que sua esposa se prostituição em rede nacional, está dividindo opiniões na internet.

Publicidade

Por um lado, tem quem apoia as ações do homem. Já por outro lado, existem aqueles que acham que o homem exagerou um pouco em suas ações, principalmente ao tentar impedir que a ex-esposa possa ver a sua filha.

O nome do marido traído é Igor Alexeev, já o nome da ex-esposa não foi revelado, só o que se sabe é o nome que ela usava no site que o marido encontrou a sua foto. Ela se denominava como Maria.

No Brasil, a prostituição infantil é proibida, mesmo assim um levantamento antigo, feito em 2005, estimava que existia cerca de meio milhão de crianças na prostituição. Um dos responsáveis por isso é o turismo sexual, quando pessoas de outros países veem ao Brasil, apenas com o intuito de usufruir da prostituição. O governo do Rio de Janeiro fez uma forte campanha na época da Copa do Mundo e Olimpíadas na tentativa de diminuir o turismo sexual. Mas as campanhas acabaram por surtir poucos efeitos práticos. #notícia