Marina Diamandis é a figura central da banda Marina and the Diamonds, que mistura indie, rock e o electropop em sua obra, e dona de hits poderosos como: ''Forget'', ''Blue'', ''Primadonna'' e ''How to be a Heartbreak''. Ela se mantém como uma digna cantora pop, que imprime em suas letras as desilusões amorosas e o emponderamento feminino, com uma irreverência peculiar.

Nascida no País de Gales, Reino Unido, Marina, aos 31 anos, já coleciona três bem-sucedidos álbuns, figurinos excêntricos e uma chuva de hits nas paradas de sucesso. Surgiu no cenário musical em 2010, na época um sucesso imediato pelo lançamento de um EP. Depois de ter firmado um contrato com a 679 Recordings, lançou seu primeiro álbum, intitulado The Family Jewels, com destaque para os singles ''Hollywood'', ''I am Not a Robot'', ''Mowgli's Road'', obtendo boas críticas e ficando no Top 20 das paradas no Reino Unido.

Publicidade
Publicidade

Em 2012, lança o seu segundo álbum, Electra Heart. Conseguiu ótimas posições na parada da Billboard 200, com os singles ''Primadonna'', ''How to be a Heartbreak'' e a acelerada ''Power & Control''. Saiu em viagem pela Europa e América do Norte com a The Lonely Hearts Club Tour entre 2012 a 2013.

Marina queria um trabalho que fosse visto como autobiográfico e mais comercial. Trabalhando em seu terceiro álbum de estúdio, FROOT (2015), finalmente conseguiu levar sua #Música para as massas. O álbum, considerado o mais bem sucedido de sua carreira, entrou para o top 10, nos Estados Unidos, vendendo 70.000 cópias na primeira semana de lançamento.

Este álbum trouxe os hits ''Forget'', ''Blue'', ''Froot'', ''Happy'' e ''I'm a Ruin''. A estética multicolorida e futurista do álbum emergiu para os videoclipes, que lhe deram o mesmo status de outras cantoras, como Florence Welch, Lana Del Rey e Lily Allen.

Publicidade

A terceira turnê mundial, Neon Nature Tour, teve início em 2015, percorrendo a Europa, América do Norte e América do Sul. Marina aterrissou pela primeira vez no Brasil para o Lollapalooza 2016, depois do cancelamento no ano anterior, que deixou os fãs decepcionados. Mas, compensou tudo em um mega espetáculo, que marcou a história do festival.

Depois do fim da turnê, Marina resolveu tirar um descanso. Não se sabe ao certo quando voltará com um novo trabalho de estúdio, já que nada foi comentado nas redes sociais da cantora.

Marina é uma das poucas cantoras autênticas que existem na atualidade. Em uma era em que tudo se copia e nada se cria, seu estilo é considerado autêntico e imperfeito. Dona de uma bela voz, fala em suas músicas sobre temas comuns da sociedade, sem retoques de perfeição, trazendo para o mainstream sua visão de amor e o fim da depressão, em uma fórmula divertida e intensa.