Ontem Marcos prestou depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá no Rio de Janeiro. Ele é acusado de lesão corporal contra Emilly, namorada dele dentro da casa. O depoimento de Emilly está marcado para a próxima segunda-feira.

Marcos disse a pessoas próximas que não quer manter o relacionamento com Emilly aqui fora. Ele também está seguindo o conselho de familiares, que nunca apoiaram o namoro. O pai de Marcos já tentou tirá-lo da casa depois dele brigar com todos os participantes. Marcos também foi orientado a ficar afastado da gêmea, até que ela preste depoimento.

Aqui fora, a família de Emilly, diz que não quer o namoro também.

Publicidade
Publicidade

Uma amiga da sister falou que vai dizer para ela cair fora dessa relação.

A família de Marcos estuda processar a Rede Globo por #Danos Morais, mas ainda não entrou com ação na Justiça. A delegada da Divisão de Atendimento à Mulher (Deam), Viviane Costa, contou que a decisão de tirar Marcos do jogo, foi apenas da emissora.

Tiago Leifert disse a Emilly, segunda-feira dia 10, que "provavelmente" Marcos não estaria na final do #BBB 17. Mas a assessoria de Marcos diz que não recebeu nenhuma informação que impedisse que o ex-participante fosse à final do programa, marcado para noite de hoje dia 13. Todos os anos no encerramento, todos os brothers se encontram na final.

Últimas do Marcos

Depois da sua expulsão do Big Brother Brasil 17, segunda-feira (10), vêm surgindo muitas novidades sobre o médico.

Publicidade

Outra notícia que saiu nas redes sociais, foi de que ele não é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Mas, segundo a sócia dele em uma clínica no Mato Grosso, Caroline Barros, isso é uma calúnia e eles irão processar quem espalhou esse boato para prejudicar a carreira de Marcos, que estudou 20 anos para ser quem é hoje.

Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul confirmou que Marcos possui, sim, o certificado na especialidade em Cirurgia Plástica. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica informou que ele não é mais filiado, desde 2012, mas que isso é um direito dele, ser ou não membro, e que isso não o impede de operar.

E ainda tem o caso de uma ex-colega de trabalho em um hospital de Diadema, São Paulo. Eliane Cristina Minatti processa Marcos por danos morais, ao compartilhar fotos dela em sua rede social. De acordo com sua advogada Patrícia Zaparoli, isso foi exposição na mídia, e pede na Justiça uma indenização a sua cliente de 50 mil reais. #lesão corporal