Um dos astros mais conhecido da TV brasileira, um homem de 67 anos, com prestígio na emissora em que trabalha. Uma figurinista de 28 anos que não era diretamente subordinada a ele. Mas no texto em que denunciou o assédio sexual o qual foi vítima, ficou claro o medo de uma represália profissional. Em uma parte do texto, a figurinista questiona: "será que vão me contratar outra vez?". O caso veio a tona no último dia 3 de março, e ainda é notícia em todo Brasil.

José Mayer e Susllem Tonine se tornaram personagem de um momento histórico. A partir de um texto publicado por ela na internet, surgiu um movimento para combater o #Assédio Sexual no país todo, entre mulheres famosas e anônima.

Publicidade
Publicidade

Muitas delas da mesma empresa em que ele atua, a Rede Globo. Surgiu então a frase que resume tudo: "mexeu com uma mexeu com todas".

Em mais de 35 anos de carreira, José Mayer sempre interpretou o papel de conquistador. O ator, que sempre é muito requisitado para novelas e seriados, essa semana se viu em uma situação bem diferente da que está acostumado. O comportamento nos bastidores fez o galã passar à vilão.

Os dois trabalharam juntos em uma novela que acabou há poucos dias. Ele como o protagonista, ela como uma figurinista, profissional que cuida das roupas dos atores. No fim da semana passada, depois de o contato profissional entre eles acabou. Tonine escreveu uma carta aberta na internet, um desabafo que chocou fãs e o público de uma maneira em geral.

Segundo o texto, a primeira brincadeira de Mayer com ela foi há oito meses.

Publicidade

Ele disse: "como você é bonita", o que pareciam elogios, logo se transformaram em expressões grosseiras. Ela escreveu que reagiu e disse que "não queria, ele não podia toca-la, que se ele encostasse a mão nela iria ao setor de recursos humanos".

Segundo ela, o assédio subiu de tom, "em fevereiro de 2017 dentro do camarim, na frente de outras duas mulheres, colocou a mão esquerda em minha genitália" contou ela no texto. Ela disse que procurou ajuda dentro da emissora. A empresa reconheceu a gravidade do problema e prometeu tomar medidas necessárias.

Quando a carta foi divulgada, causou grande revolta nas redes sociais. Muitas mulheres posaram com uma camiseta estampada com uma frase que virou lema do movimento contra os assédios. O relato da figurinista e a pressão do público fez com que a emissora suspendesse o ator. Quatro dias depois da divulgação da carta, José Mayer se pronunciou e pediu desculpas.

A justificativa dada pelo o ator para o assédio, de que ele é um homem de outro tempo, causou polêmica. Depois da revelação de Susllem, outras famosas vieram a público denunciar que também fora vitimas de assédio sexual. Neste sábado (8), o nome de José Mayer voltou a ser citado. Dessa vez pela a atriz Letícia Sabatella, ela escreveu que também passou pelo o mesmo que Tonine tinha passado, e que também já tinha vivido uma experiência parecida com o ator, que foi alertado de maneira amigavelmente. #Susllem Tonine