Poussey, uma das personagens mais amadas do seriado Orange Is The New Black, da #Netflix, morreu no final da quarta temporada. Uma morte trágica, que não foi muito bem interpretada pelos admiradores da trama. Afinal, em todas redes sociais ameaças e insatisfações foram demonstradas pelos internautas.

A atriz que faz o papel de Poussey, Samira Wiley, falou sobre o assédio dos admiradores após a morte da personagem. “As pessoas estão bravas. As pessoas estão muito, muito, muito chateadas, bravas e irritadas e ameaçando fazer algo violento ou estão profundamente tristes e arrasadas. Eu sabia que as pessoas iriam ter uma reação emotiva muito grande.

Publicidade
Publicidade

É uma cena arrasadora. Então, eu esperava a tristeza. Mas, do jeito que esses fãs estão tão bravos e as coisas que eles dizem, é meio chocante”, disse. Acompanhe a entrevista completa e as impressões da atriz ao final da quarta temporada clicando aqui.

Recentemente, a colega de trabalho de Samira, Jackie Cruz, Flaca na série, falou um pouco sobre a morte de Poussey e reafirmou que a justiça seria feita. "Definitivamente. Há uma rebelião acontecendo e vamos mostrar que nós realmente a amávamos e que acreditamos na justiça. Haverá justiça para Poussey. Estou feliz com a forma como contamos a história. Poussey era uma personagem amada e eu acho que estamos honrando que legado", afirmou Jackie.

O que mais intriga a todos que acompanham a trama é que uma das detentas, cujo nome é Daya, terminou a quarta temporada apontando uma arma no meio de uma rebelião para os guardas da prisão.

Publicidade

Como também é muito querida, os telespectadores começaram a especular que a próxima a ser morta ou sair do seriado seria Daynara.

Há um fator ainda que complica tudo, A detenta tem uma filha e quer conseguir futuramente a guarda da criança. Mas, com todos os fatos que podem acontecer na próxima temporada, isso pode se tornar um sonho totalmente impossível.

A morte de Poussey foi inspirada em Eric Garner, que, em 2014, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, foi imobilizado no chão por um oficial e estrangulado por cerca de 15 a 19 segundos, enquanto era preso. Levado ao hospital, não resistiu e foi declarado morto cerca de uma hora depois da chegada.

Afinal, Samira ficou muito satisfeita com o final de Orange Is The new Black, pois realmente o que foi mostrado foi uma realidade cruel em todo o mundo. O que não falta nesse seriado são realidades estampadas na cara da sociedade.

O que nos resta é esperar a quinta temporada de #oitnb, que será lançada no dia 9 de junho, com todos 13 episódios passando na Netflix. #Orangeisthenewblack