Um dos assuntos mais comentados da internet neste domingo e segunda-feira (10), foi a briga feia que o casal Marcos e Emilly tiveram no Big Brother Brasil 17. Marcos encurralou a sister no canto da parede no momento em que os dois discutiam gritando muito alto com ela. Além disso, o brother esfregou o dedo na cara de Emilly, que ficou calada e não conseguia responder o seu namorado que gritava sem parar com ela. Mas, além dos gritos, Marcos chegou a agredir a sister apertando o braço e a mão de Emilly, em uma confusão que até Marinalva teve que entrar no meio para amenizar.

Quem não gostou nada de ver isso foi o pai da sister, Volnei Alves, que chegou a procurar a produção do programa pedindo para que alguma coisa fosse feita.

Publicidade
Publicidade

Mayla, a irmã gêmea de Emilly que também participou do BBB 17 na primeira semana, fez um comunicado nas redes sociais, dizendo que seu pai tinha entrado em contato com a produção do programa pedindo que medidas fossem tomadas. Além do pai de Emilly, a internet em peso pediu algum tipo de providência da rede Globo, que resolveu comentar sobre a agressão ao vivo dizendo tudo que eles fizeram em prol a Emilly.

Para a produção, Emilly teria o total direito em denunciar Marcos pelas agressões e o brother pode ser eliminado por isso. Mas, segundo Tiago Leifert, foi uma decisão de Emilly não fazer nenhum tipo de denúncia contra o cirurgião plástico, que agrediu Emilly durante diversas vezes em que eles discutiram durante a madrugada após a festa que rolou o barraco entre os dois.

Parece que as coisas não vão terminar por aí e a Polícia Federal disse que vai entrar na casa mais vigiada do Brasil para ouvir Emilly.

Publicidade

Após a agressão contra a sister ir ao ar, as autoridades resolveram agir e devem entrar na casa para ouvir a sister e seu agressor, Marcos Harter. Depois dessa confusão, os dois acabaram voltando, mas a relação entre eles deu uma esfriada, pois os brothers passaram dos limites mesmo. A agressão chegou, inclusive, a preocupar muito o pai da sister, que até telefonar para a Globo precisou para certificar-se de que sua filha está bem.

A agressão contra Emilly acabou levantando uma discussão fervorosa na internet, onde feministas apontam para todas as formas de agressão que os homens praticam contra mulheres. Sem os brothers saberem, nesta semana José Mayer acabou sendo afastado da Rede Globo após ser acusado de assédio contra uma figurinista, e as agressões de Marcos acabam sustentando o debate sobre a igualdade de gênero, onde muitas mulheres agem como Emilly e preferem silenciarem-se ao invés de denunciarem seus agressores. #BBB Big Brother Brasil