A estudante Emilly Araújo, de 20 anos, foi a grande vencedora e protagonista do Big Brother Brasil 2017. Ela, que aceitou participar do reality show da Rede Globo acompanhada de sua irmã gêmea Mayla, mesmo após a mãe ter falecido devido a uma úlcera dias antes do confinamento, despertou a atenção de todos dentro e fora da casa mais vigiada do país.

Emilly, que de dentro da casa sempre mencionava a família, contou a todo tempo com a torcida e o apoio de seu pai, Volnei Araújo.

Ele, que havia ficado viúvo a poucos dias, fez questão de demonstrar sua satisfação com a garra e o empenho das filhas em participarem do reality e almejarem uma vida melhor.

Publicidade
Publicidade

Mayla, que deixou a casa do BBB17 logo no início do programa, juntou suas forças com as do pai e comandaram um verdadeiro fã clube afim de eleger Emilly a nova campeã.

A família, que sempre se manteve unida no objetivo de consagrar Emilly vencedora, hoje comemora a vitória da estudante e fazem planos para desfrutarem da bolada de R$1,5 milhão recebida como prêmio do jogo.

Volnei, que levava uma vida simples na cidade de Eldorado do Sul onde trabalhava como mecânico, já tem seus planos traçados. Recentemente, ele tomou a decisão de pedir demissão da empresa onde trabalhava e recebia um pouco menos de R$ 2 mil. Ele, que agora se considera empresário das filhas gêmeas, pretende se mudar para o Rio de Janeiro onde deseja comprar uma casa grande e confortável para morar com as duas famosas, a filha mais velha e o netinho de 04 anos.

Publicidade

A escolha da capital carioca se deu pela decisão das filhas em engajarem na carreira artística e de preferência continuarem ligadas à Rede Globo.

BBB

Considerada a edição mais polêmica, o BBB17 bateu inúmeros recordes de audiência e acabou se tornando assunto de polícia.

Emilly, que saiu como a grande vitoriosa do reality, agitou a casa ao iniciar um namoro com o cirurgião plástico Marcos Harter. O casal que viveu entre 'tapas e beijos', protagonizou sua última briga na madrugada do dia 10.

Marcos, que já estava com os nervos à flor da pele devido à pressão sofrida nos últimos paredões, não se conteve diante das indagações de Emilly durante a discussão e tomado de raiva e força, segurou brutalmente os braços e pulsos da namorada enquanto disparava inúmeras ofensas à moça.

A atitude vista como agressão, culminou com a expulsão do médico, bem como a uma intimação a prestar depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá no Rio de Janeiro. Ele, que compareceu para depor no dia 12, teve seu pronunciamento juntado ao de Emilly, que depôs, contando sua versão dos fatos nesta última segunda-feira dia 17.

As investigações sobre o caso seguem sendo estudas pela delegada Viviane Costa Ferreira. #Emilly BBB17 #Emilly e Mayla BBB17 #Volnei pai de Emilly