Começa, nesta terça-feira (18), a segunda temporada do reality show de famosos "Power Couple Brasil", na TV Record. A apresentação do programa continua nas mãos do habilidoso Roberto Justus. Em conversa com "O Dia", Justus falou da ansiedade e expectativa para o inicio das competições domésticas e também deu sua opinião sobre casais gays participando do reality.

O empresário explicou que o assunto nem tinha sido comentado, porém ele vê com bons olhos e não tem restrição quanto a isso. Pelo contrário, pois ele acredita que pode ser uma boa oportunidade para acabar com preconceitos. "Casal é casal", afirmou o famoso.

Na segunda temporada, 11 casais vão se enfrentar e tentar conviver pacificamente.

Publicidade
Publicidade

Vale lembrar que o programa já foi gravado e será mostrado às terças-feiras e, segundo comentários, às quintas-feiras também. Contudo, o final será ao vivo, com votação do público, no mês de junho.

Roberto Justus descarta qualquer possibilidade de sua participação no jogo, ao lado da mulher, Ana Paula Siebert. "Não tenho vontade de entrar no jogo como participante, gosto de apresentar", brinca, afirmando que ele e a esposa fariam bonito na competição, por serem competitivos e os casais poderem ter muita resistência.

A prova

Logo no primeiro dia, os casais participarão de uma prova que vai definir os quartos que vão ocupar. Quem pontuar menos ganha o quarto "pobre", com todo desconforto a que tem direito. As duplas terão que mostrar bastante agilidade e conhecimento, respondendo a perguntas sobre os parceiros - disso dependendo de onde vão se instalar, pois os quartos serão divididos por posição.

Publicidade

Como todo mundo já conhece, os casais ficam por conta dos "amigos", que os salvam ou mandam para a rua. Por isso, o apresentador alerta para que fiquem atentos às jogadas e saibam apostar nos parceiros. Existem muitas vantagens para quem souber apostar e lidar bem com o dinheiro. Quem for mais votado vai direto para a "DR", uma espécie de paredão.

Os 11 famosos deverão se preocupar, no inicio do reality, em ganhar as provas e permanecerem à frente dos outros casais. Justus explica que não adianta ter medo de apostar; o negócio é saber aplicar a grana, mantendo-se num bom posicionamento.

Contudo, no final do Power Couple Brasil, o que mandam são o comportamento do casal e a boa convivência com os outros participantes, para convencer o público na hora da votação. "Vale ter muita astúcia e jogo de cintura. Quem decide é o povo lá fora", alerta o apresentador. #Rede Record #Reality Shows