Ao contrário do que seria de prever, a jovem figurinista da Globo, assediada no local de trabalho pelo ator #José Mayer, decidiu não avançar com a acusação, declarando desta forma o artista como inocente do caso. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, citando o famoso colunista Leo Dias, depois de várias tentativas das autoridades para chamar a jovem de 27 anos para depor no caso, apesar dela não ter qualquer tipo de obrigação de faze-lo, Su Tonani se apresentou finalmente na Defensoria, não para depor, mas sim para terminar de forma definitiva um caso que abalou o público brasileiro.

Foi há pouco mais de um mês que através de uma carta aberta, muito emocionada, Su Tonani, figurinista da Globo, acusou um dos mais experientes atores da emissora, José Mayer, de ter tentado agarrar seus órgãos genitais durante as gravações.

Publicidade
Publicidade

Se inicialmente o ator negou a acusação, pouco tempo depois José Mayer resolveu pedir desculpas publicamente pelo que tinha feito, tendo sido imediatamente afastado de todos os compromissos profissionais e contratuais que tinha com a Globo.

Sabendo perfeitamente que a jovem deveria depor sobre o caso, iniciou-se uma investigação criminal contra ele por #Assédio sexual. José Mayer decidiu “se refugiar” com a família em uma zona do interior do Rio de Janeiro, aguardando de forma mais resguardada pelos desenvolvimentos do caso que, muito facilmente, podem significar o fim de uma bem-sucedida carreira na televisão brasileira. Contudo, se as novelas podem ter terminado para José Mayer, a verdade é que, como garante o site “Notícias ao Minuto”, o risco de ele ser preso pelo que fez nos estúdios da Globo acabou de ser eliminado por causa da decisão inesperada da jovem.

“Não deseja representar criminalmente em face de José Mayer”, garante o documento, ratificado pela defensora pública Arlanza Rebello.

Publicidade

Nas redes sociais, muitos brasileiros, sobretudo o público fiel da Globo, garante que a figurinista apenas não avançou com as investigações por pressão ou então por medo das consequências que o possível julgamento poderia ter para a sua vida pessoal e profissional. Resta agora aguardar se os responsáveis da Globo vão mesmo perdoar José Mayer ou então dar o exemplo para que situações semelhantes envolvendo funcionários e artistas nunca mais aconteçam no interior do estúdio de gravações de uma das maiores e mais rentáveis emissoras de televisão em todo o mundo. #Rede Globo