Paulie Giganti ficou conhecido em todo o mundo por ter participado de um dos realitys shows mais conhecidos da televisão. Ele esteve na 16ª temporada do 'Hell's Kitchen', que no Brasil tem a alcunha de 'Cozinha Sob Pressão' e é exibido pela emissora de Silvio Santos, o SBT. Paulie, de 36 anos, participou da versão americana do programa culinário e foi encontrado morto em casa. É o que informa a coluna 'TV e #Famosos' do portal de notícias UOL nesta sexta-feira, 21. O programa de culinária americano era transmitido pela Fox.

Paulie era morador do estado da Filadelfia e agora a polícia americana investiga o que pode ter explicado a morte dele. Ele foi encontrado sem vida na manhã desta quinta-feira, 20.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao site 'Radar Online', um representante da polícia disse que o caso está sendo investigado e que ainda não existe uma causa expressiva da morte. O falecido, após participar do reality show americano, acabou montando o seu próprio restaurante. Esse acabou sendo montado depois que o jovem ganhou fama na televisão local. O restaurante tem um restaurante chamado 'Birra'. Antes de participar do 'Hell's Kitchen', o participante garantiu que tinha vontade de se dedicar a engenharia, mas que foi tomado pela enorme vontade de se tornar cozinheiro.

Casos de polícia em reality brasileiro

Infelizmente, muitos realitys acabam se confundindo com a realidade. No 'Big Brother Brasil', por exemplo, recentemente, tivemos Marcos e Emilly envolvidos em uma polêmica daquelas. Os programas de realidade da televisão, no geral, são voltados ao entretenimento.

Publicidade

Mas nos últimos tempos o que tem se visto é, justamente, o contrário. Os brothers e sisters entram em brigas que até a polícia se mete. Foi o que aconteceu com Marcos. Ele agora responde a um processo por Lei Maria da Penha. A legislação prevê que pessoas que agridem fiquem presas por até três anos.

Marcos nega que tenha agredido a vencedora de um milhão e meio do programa, mas ele já foi até indiciado pela polícia. Cabe agora à polícia acatar ou não o pedido da Polícia Civil de Jacarepaguá. A TV Globo ajuda o cirurgião com advogados. A emissora também teria feito o mesmo com Emilly, que já até deu depoimento.

E você, o que pensa sobre tudo o que aconteceu? Deixe o seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes para toda a sociedade.