Nesta quinta-feira, 13, acontece a grande final do 'Big Brother Brasil'. O reality show da Rede Globo de Televisão premiará apenas uma das três finalistas com o prêmio de um milhão e meio de reais. Mas quem ganhará o título principal: Emilly, Ieda ou Vivian? Em um post feito na manhã desta quarta-feira, 13, o perfil 'Apuração BBB 2017' revelou que uma reviravolta pode acontecer no jogo. Em números apertados, ele mostra que tudo ainda está em aberto. Vivian aparece com 45% dos votos e Emilly com 41%. Já Ieda, a participante mais velha de todos os tempos do reality show global, está com menos de 14%. Isso pode indicar muita coisa, como até o fato de que os fanáticos por Emilly desistiram de votar nela.

A gente sempre lembra, no entanto, que a votação que vale é a da Rede Globo de Televisão.

Publicidade
Publicidade

Para isso, caso o leitor queira votar no paredão oficial, o jeito correto é ir até ao Gshow, o portal de entretenimento da Rede Globo de Televisão. Emilly, até então, era a favorita a receber o prêmio do programa, mas a polêmica da agressão de Marcos e o comportamento dela após o episódio mudaram um pouco a maneira do público pensar sobre o episódio. Nesta terça-feira, 11, durante o programa, ao vivo, ela quis saber de Tiago Leifert o que havia acontecido com Marcos, o seu namorado. Harter foi expulso da atração por indícios de agressão. Ele foi levado para um hotel e o apresentador fez questão de dizer que estava tudo bem com ele, o que é até surpreendente, já que, normalmente, não se trazem informações externas para os participantes.

A enquete do UOL, nessa manhã, também mostrava Vivian e Emilly próximas uma da outra.

Publicidade

A pesquisa da Globo foi aberta na terça-feira. A final do programa deve acontecer sem brilho, devido a tudo o que aconteceu nos último tempos na atração. Emilly deve comparecer na Delegacia Especializada da Mulher do Rio de Janeiro ainda na segunda-feira que vem. Já o cirurgião plástico deve fazer o mesmo caminho ainda hoje. A delegada informou à mídia que, caso condenado - baseado na Lei Maria da Penha, Marcos pegaria de um a três anos de detenção. Por haver um vídeo em que ele empurra e aperta a participante, mesmo que essa diga que não foi agredida, Marcos poderia sim ser preso, já que, nesses casos, a opinião da vítima não muda a agressão evidente.

E você, o que pensa sobre a possível reviravolta na votação do BBB? Deixe seu comentário. Ele é importante e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade. #Big Brother Brasil #BBB Big Brother Brasil