A atual fase da TV Globo, pode ser boa por conta da audiência, mas péssima no sentido de que, polêmicas não param de surgir na emissora. Na última quinta-feira, 6, enquanto a emissora era assunto em noticiários, por conta da acusação de assédio contra José Mayer, que assumiu a culpa pelo ato, um bebê teve um sério problema de saúde, após participar de uma novela da emissora.

A trama ‘#A Força do Querer’, que estreou na semana passada, teve uma cena gravada na beira de um rio, onde uma personagem estava em trabalho de parto. Como bebês são mais frágeis, ficar exposto ao frio, fez com que a criança, após o processo de gravação, ficasse muito mal.

Publicidade
Publicidade

Ao ser levado para um hospital, foi constatado que ele estava com hipotermia, quando a temperatura do corpo cai para menos de 35 graus.

A informação foi dada, em primeira mão, pelo jornalista do Fofocalizando, Leo Dias, que também contou que, assim que o RH da Globo teve conhecimento do caso, decidiu punir, imediatamente, as pessoas envolvidas na gravação da cena. Dentre os punidos, está um diretor de cena e o gerente de produção.

A emissora queria demiti-los por justa causa, mas o diretor geral da trama, Rogerio Gomes, intercedeu por eles, explicando que foi uma fatalidade e que ninguém agiu com dolo. A emissora então afastou todos os envolvidos, pelo período de 30 dias, sem direito ao salário do mês.

Como o caso envolve uma criança, não foi divulgado nenhuma informação sobre o seu estado de saúde.

Publicidade

A #TV Globo foi procurada para se pronunciar sobre o assunto, mas a mesma deixou claro que não comenta ‘assuntos internos’. Na semana passada, a emissora expôs o ator José Mayer, que trabalha na emissora, por ter assediado uma figurinista, quando ainda interpretava o Tião, de ‘A Lei Do Amor’.

E os problemas continuam

Dois dias depois do ocorrido, a emissora viveu mais uma polêmica, com a atitude agressiva de Marcos, do BBB 17. A emissora demorou mais de 30 horas para tomar a decisão de expulsá-lo do reality show e só o fez, devido sua conduta ter virado um caso de polícia.

O inquérito aberto por uma delegacia de polícia do Rio de Janeiro, deve ser concluído em 30 dias, onde Marcos poderá ser indiciado por violência doméstica. Embora existam alternativas à pena restritiva de liberdade, se condenado, Marcos corre o risco de ser preso.

O brother não deu nenhuma declaração, desde que foi expulso. Em seu Twitter oficial, ele afirmou que nunca teve a intenção de ferir Emilly, mas especula-se que quem fez a publicação, foram familiares ou a sócia do médico.

O que você acha dessa fase polêmica da TV Globo? Concorda com a punição aplicada aos envolvidos no caso do bebê? Compartilhe a sua opinião, com um comentário. #Novelas