A #cantora Alcione voltou de sua temporada no exterior 16 quilos mais magra. Para quem estava acostumado ao visual gorducho da cantora e trombonista, ela simplesmente deixou seus fãs de queixo caído.

Desde criança que Alcione está envolvida com o mundo da música por causa de seu pai, João Carlos Dias Nazareth. O pai dela era da polícia e tocava na banda da corporação. Foi com ele que, a partir dos 9 anos de idade, começou a estudar saxofone e clarinete.

Aos doze anos de idade, Alcione subiu ao palco pela primeira vez com a Orquestra Jazz Guarani, regida por seu pai. Uma vez, o cantor da banda ficou rouco e Alcione assumiu o vocal.

Publicidade
Publicidade

Como era natural naquela época, para as jovens de sua idade, a cantora fez o curso normal e se tornou professora.

Alcione chegou a trabalhar por dois anos, mas foi demitida porque queria ensinar os alunos a trocar trompete. Aqueles eram tempos muito conservadores e ela acabou por ser demitida.

Foi então que, em 1960, ganhou um emprego na TV Maranhão e ficou lá durante 5 anos, quando se mudou para o Rio de Janeiro. Graças ao cantor Everardo, passou a cantar na noite em lugares como o famoso Beco das Garrafas.

Alcione passa a participar em programas de calouros, como "A grande chance", de Flávio Cavalcanti. Em 1967, é contratada pela TV Excelsior após ter feito um teste de voz,conseguindo uma ótima pontuação.

Depois de ter morado dois anos na Europa, se apresentando em teatros e casas de espetáculo, a cantora excursionou em turnês pela América Latina, regressando ao Brasil em 1972.

Publicidade

Alcione se envolveu com os sambistas da velha geração e passou a ser adepta da Escola Mangueira. A fama chegou para ela após estourar nas paradas de sucesso com "Não deixe o #Samba morrer", de Edson e Aluísio. É nessa época que ganha o apelido de Marrom.

Considerada o orgulho do Maranhão, Alcione ganhou vários prêmios em mais de 40 anos de carreira, entrando para o ABC do samba, Alcione, Beth Carvalho e Clara Nunes.

A tradicional escola de samba Mocidade Alegre, de São Paulo, vai homenagear os 45 anos de carreira e os 70 anos de vida de Alcione, no Carnaval de 2018.

Quando chegou ao Brasil depois de passar uns tempos fora do país, ela regressou muito mais magra e elegante de aparência mais jovial, surpreendendo os fãs.

Veja a imagem postada pela cantora nas redes sociais:

Ela realmente ficou uma gracinha, você não acha? Saúde é muito importante, mas autoestima também, ainda mais quando se trabalha com o público.