Uma das apresentadoras mais queridas da #Rede Globo, a “mãe” do Loro José, #Ana Maria Braga, (68 anos), fez uma revelação na manhã desta terça-feira (9), no programa “Mais Você”. A intenção de Ana foi alertar os telespectadores e fãs sobre um problema que se torna cada vez mais comum na nossa sociedade, o roubo chamado de “saidinha de banco”.

A loira lembrou que muitas pessoas gostam de conversar e fazer amizades dentro das agências bancárias como forma de passar o tempo e se distrair enquanto aguardam o atendimento, que por muitas vezes é demorado. Sabendo disso, assaltantes entram nos bancos e ficam observando a movimentação das pessoas no interior das agências e com a facilidade de se comunicarem com seus comparsas através de aparelhos de celular, avisam a outros criminosos, que ficam do lado de fora do banco esperando a vitima sair, e daí anunciam o assalto.

Publicidade
Publicidade

Ao fazer o alerta, ela contou que sua própria mãe passou por esse trauma e que, no caso dela, ainda foram mais ousados, pois foram até a casa da mãe da apresentadora. Ela contou que pelo fato de sua mãe ser uma pessoa comunicativa e gostar de conversar com todo mundo, ela teria feito uma amizade no banco, uma pessoa a seguiu por mais de um quarteirão, era uma moça bem vestida, e ao chegar em frente à residência, a menina teria pedido água, pois sentia sede. A mãe de Ana, por ingenuidade, convidou a tal moça para entrar. Já no interior da casa, ela tirou uma espécie de máquina da bolsa e pediu todo o dinheiro que tinha sido retirado do banco, além de mais alguns pertences da casa.

Em tom aconselhador, Ana orientou os seus telespectadores para que evitem confiar em qualquer pessoa que mal conhecem, pois infelizmente nos dias de hoje existem muitas pessoas mal intencionadas que se aproveitam justamente da inocência e boa vontade, como no caso do assalto à casa de sua mãe.

Publicidade

Ana falou também que percebia que as pessoas, por não esperar por esse tipo de situação, saem por ai dando muitos detalhes de suas próprias vidas e falando mais do que deveriam para estranhos. Ela disse que sua mãe tinha aprendido a lição com essa lamentável situação, mas que o que se pode fazer é tomar cada vez mais cuidado, pois com o aumento exorbitante da criminalidade no país, ninguém está seguro e nunca se sabe com quem se está falando.

Depois ela mudou de assunto e falou sobre estar solteira, dizendo que não precisaria de homem para nada, pois é autossuficiente e se sente muito bem consigo mesma.

E você, concorda com as palavras de Ana Maria? #Crime