A apresentadora do SBT [VIDEO]Ticiana Villas Boas é mulher do empresário Joesley Batista, dono da JBS. Joesley está envolvido numa grande organização criminosa que pagava propina para políticos. Nesta quarta (17), foi divulgado trechos de sua delação que "estremeceu" o cenário político-brasileiro. Joesley levou à Polícia Federal (PF) áudios gravados com o presidente Michel Temer dando aval para a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Seria uma forma de obstrução à Operação #Lava Jato. Temer foi obrigado a se pronunciar em rede nacional dizendo que não renunciará e que as investigações irão provar que ele não tem vínculo nenhum com as denúncias sofridas.

Publicidade
Publicidade

Joesley foi obrigado a ir para os Estados Unidos junto com Ticiana pois foi relatado à Polícia Federal ameaças de morte. A apresentadora também recebeu ataques e precisou estar junto com o marido para se prevenir, já que a delação dele, mexeu com pessoas poderosas do meio político.

Ticiana não está ativa nas redes sociais há cinco dias. A assessoria do #SBT confirmou que seu programa continuará e não haverá mudanças na emissora. Ela apresenta o "Duelo de mães". Após o fim dessa temporada, a emissora definirá qual o destino de Ticiana no SBT.

Ameaças de morte

Os irmãos Joesley e Wesley batista tiveram a autorização da Justiça para irem a Nova York. Eles têm imóveis num dos locais mais caros da cidade. A autorização foi concedida depois de supostas ameaças contra eles e sua família.

Publicidade

Ticiana e o empresário se casaram em 2012. A jornalista teve grande sucesso por sua passagem na TV bandeirantes com programas jornalísticos. Em 2015, decidiu deixar as notícias de lado e passou para o entretenimento. Ela foi criticada várias vezes por postar fotos mostrando luxo e ostentação.

Aécio Neves

O senador afastado Aécio Neves também foi alvo da delação de Joesley Batista. O tucano foi pego em áudios, gravados pelo empresário, pedindo R$ 2 milhões para o pagamento de sua defesa contra as Operações da Lava Jato. Aécio acabou sendo afastado, nesta quinta-feira (18), do cargo de senador por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Aécio negou todas as irregularidades, porém a Polícia fez várias buscas e apreensões nos endereços de pessoas ligadas ao senador afastado. Sua irmã, Andrea Neves e seu primo Frederico Pacheco de Medeiros foram detidos por intermediarem as ações de corrupção. O tucano também pode ser preso a qualquer momento. #Ameaça