Neste fim de semana, a cantora Ariana Grande decidiu se pronunciar pela primeira sobre o trágico atentado que ocorreu na cidade de Manchester, na Inglaterra, e que acabou com dezenas de mortos. A ação, orquestrada pelo Estado Islâmico, começou após o último show da artista, que é conhecida em todo o planeta, na segunda-feira passada (22).

Ariana decidiu romper o silêncio dias após o acontecimento. Ela usou uma rede social para desabafar sobre tudo o que aconteceu, como mostra uma reportagem do site da revista Veja. De acordo com Ariana, que fez uma espécie de carta aberta, ela lamenta tudo o que aconteceu naquela fatídica noite e decidiu que retornará à cidade.

Publicidade
Publicidade

Dessa vez, a nova apresentação terá o intuito de fazer caridade.

Ariana Grande anuncia show beneficente no mesmo local de atentado

A cantora famosa segue os passos de outros nomes e dos próprios ingleses, que é de não se deixar abater ou ficar aterrorizado por conta de uma tragédia. De acordo com a profissional da #Música, ela não quer passar o ano inteiro sem dar um apoio moral a seus fãs.

Por isso, decidiu tomar tal decisão. Ariana diz que não poderia ficar quieta, especialmente porque tem recebido muitas mensagens positivas de seus fãs. Ela ainda lamentou toda a dor de seus seguidores e garantiu que era a hora de agradecer quem estava tentando fazer desse momento algo menos triste e melhor para as vítimas. Ela ainda agradeceu a sua equipe, que aceitou fazer o show gratuitamente para ajudar as vítimas da tragédia.

Publicidade

Coragem para lutar e investigações

"Eu vou voltar a incrivelmente corajosa cidade de Manchester para passar um tempo com meus fãs", disse a artista. O atentado é mais um duro golpe na Europa que, ao mesmo tempo tenta combater o terrorismo, mas também tem a questão dos refugiados e os crescentes casos de xenofobia.

O atentado no show de #Ariana Grande matou 22 pessoas e deixou cerca de 50 feridos. Alguns com muita gravidade, o que pode elevar o número de vítimas fatais. Por conta da tragédia, Ariana preferiu cancelar o resto da turnê que passaria pela Europa.

Lobo solitário

As autoridades investigam o caso e maneiras de tentar prevenir ações como essa. No entanto, acredita-se que o atentado tenha sido cometido pelos chamados "lobos solitários".

Por enquanto, apenas o homem-bomba, que morreu com a explosão, seria um participante com 100% de certeza do atentado. Outro homem chegou a ser preso, mas ainda não está clara sua participação no crime.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante. #AtentadoEmManchester