A assessoria do ator global José Mayer, em entrevista concedida à revista Pure People, declarou que a notícia que vinha sendo divulgada de que o profissional da dramaturgia pretendia procurar uma delegacia sobre o caso Su Tonani não é verdadeira.

#José Mayer não entrará na Justiça, a informação não procede”, declarou o assessor do ator ao colunista da revista.

O caso começou e tomou grandes proporções na vida e carreira de Zé Mayer, que está afastado da #Rede Globo devido às acusações de assédio sexual, apontadas por uma colega de empresa, a figurinista Su Tonani, que trabalhou com Mayer na novela “A Lei Do Amor”.

Na época em que o caso veio a público, criou-se uma campanha por outras mulheres da emissora, que usaram a hashtag “mexeu com uma, mexeu com todas”, e fizeram até camisetas do movimento.

Publicidade
Publicidade

De lá para cá, muito se especulou sobre o caso, e houve rumores inclusive de que Su Tonani e Zé Mayer teriam um caso extraconjugal, o que foi negado por Su, que ao ter de se explicar sobre isso, disse estar extremamente chateada com a situação, pois além de ter sido vítima de assédio, também estaria sendo vítima de especulações e rumores, que agora colocavam em dúvida sua palavra e sua dor, fazendo-a reviver o que passou.

As dúvidas se espalharam rápido pela internet, pois como o caso repercutiu em todo o país através das redes sociais, e Zé Mayer sempre foi uma figura querida do público, as opiniões se dividiram e houve quem acusasse Su de não estar falando a verdade. Isso se agravou quando ela não compareceu à delegacia no dia em que deveria prestar seu depoimento sobre o caso.

Sobre os seus motivos para não prestar a queixa, ela disse: “Silêncio é o que desejo neste momento, não silêncio coercitivo, mas quero ter minha vida de volta.

Publicidade

O que houve foi a história de uma jovem mulher, que não se calou diante do assédio de um homem mais poderoso que ela. Neste caso, um rico e famoso ator. Nosso país não está acostumado a conviver com esse tipo de história. Eu sei. Os homens estão descobrindo que o mundo mudou. Hoje estamos debatendo sobre assédio em ambientes que antes esse tipo de assunto não entraria. Fico feliz de ter contribuído de alguma forma para essa mudança”.

O autor Aguinaldo Silva, autor da novela “O Sétimo Guardião”, atração em que Zé Mayer foi substituído por Humberto Martins, mostrou-se solidário ao colega de empresa, e disse que Mayer é “imprescindível” para a televisão brasileira. Que ele errou, mas que não deve ser sacrificado por isso. #Famosos